Papa compreende que jovens se escandalizem com casos de abusos sexuais

26 set, 2018 - 11:16 • Imagens: Vatican News

No regresso a Roma depois de uma viagem de quatro dias pelos países do Báltico, Francisco volta a falar dos abusos na Igreja." Olhem-se as proporções e percebe-se que, quando a Igreja começou a tomar consciência disto, se empenhou em pleno", afirmou, aos jornalistas, dentro do avião. O Papa Francisco garantiu ainda nunca assinado um indulto depois de uma condenação.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.