Papa quer estonianos livres, mas livres a sério

25 set, 2018 - 16:11 • Aura Miguel , na Estónia. Imagens: Vatican News

Depois da tirania soviética, o povo da Estónia deve agora sacudir o jugo do consumismo e entrar na verdadeira liberdade que só existe em união com Deus, diz Francisco. O Papa terminou assim, com esta missa, as suas atividades públicas na Estónia, último ponto de passagem na sua viagem aos países bálticos, e regressa ainda esta noite a Roma. A jornalista da Renascença Aura Miguel acompanha o Papa Francisco na sua Viagem Apostólica à Lituânia, Letónia e Estónia com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.