Hora da Verdade

David Justino. “O tempo de carreira dos docentes é um adquirido, deve ser respeitado"

14 jun, 2018 - 00:00 • Graça Franco (Renascença) e David Dinis (Público)

O Governo está a fazer contra-informação para prejudicar os professores, defende o vice-presidente do PSD, em entrevista à Renascença e ao Público. A reposição do tempo de carreira custa “só” 400 milhões, não 600, defende. David Justino admite ainda que, face à tensão à esquerda, “o natural" é o PSD "votar contra o Orçamento”. E manifesta dúvidas quanto às alterações propostas à lei laboral de Passos - que o partido quer corrigir na AR.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.