RR
|
  • Sanders vence no Nevada, mas Biden restaura esperança

    Primárias nos EUA

    Sanders vence no Nevada, mas Biden restaura esperança

    O “caucus” do Nevada confirmou, no essencial, as sondagens. Bernie Sanders teve uma vitória clara, sobretudo entre latinos, jovens e trabalhadores sindicalizados. Mas Joe Biden ficou em segundo lugar, ressuscitando a sua campanha. Avança agora para a Carolina do Sul, onde é favorito, com a Super Terça-Feira em mente.
  • 20, fev
  • Corrida democrática à Casa Branca oscila entre um socialista e um multimilionário

    Corrida democrática à Casa Branca oscila entre um socialista e um multimilionário

    Foi o primeiro debate em que esteve Michael Bloomberg e as expectativas eram altas. Atacado com dureza por todos os outros candidatos, o multimilionário não soube defender-se e pode ter comprometido a sua aposta em conquistar os votos moderados. Elizabeth Warren foi implacável nas críticas e teve a melhor prestação de sempre.
  • 19, fev
  • Serviços de informação portugueses podem ser  vítimas colaterais da entrega do 5G à Huawei

    Serviços de informação portugueses podem ser vítimas colaterais da entrega do 5G à Huawei

    O aviso chegou a Lisboa pela boca de um responsável da administração Trump. Se a Huawei ficar com o 5G, os EUA poderão deixar de trocar alguma informação confidencial com Portugal. Seria como entregar de mão beijada essa informação a Pequim. Washington está a trabalhar numa alternativa ocidental à empresa chinesa.
  • 14, fev
  • ​Primárias democratas começaram bem para… Donald Trump

    ​Primárias democratas começaram bem para… Donald Trump

    Após o Iowa e o New Hampshire não há um claro favorito à nomeação democrática e instalou-se a incerteza na escolha do candidato à Casa Branca. Quem parece ter mais hipóteses de bater Trump está a falhar, e quem está a vencer terá muitas dificuldades em batê-lo. Tudo está em aberto.
  • 05, fev
  • Trump encena "reality show" à procura da reeleição e Pelosi rasga discurso

    Discurso do Estado da União

    Trump encena "reality show" à procura da reeleição e Pelosi rasga discurso

    Na véspera de ser absolvido no processo de impeachment e a dez meses das eleições, Donald Trump fez um discurso do Estado da União eficaz na caça ao voto. Vangloriou-se pelo estado da economia e anunciou algumas guerras culturais para o futuro. Falou para as bases conservadoras, mas também para independentes e democratas que viram a sua situação melhorar.
  • 03, jan
  • Morte de general Soleimani enterra qualquer hipótese de negociações entre Irão e EUA

    Morte de general Soleimani enterra qualquer hipótese de negociações entre Irão e EUA

    À luz do direito internacional este ataque, ordenado por Donald Trump, é considerado um ato de guerra, que em teoria permitiria a Teerão declarar guerra contra os Estados Unidos.
  • 13, dez
  • EUA aprovam licença de maternidade paga para trabalhadores federais

    EUA aprovam licença de maternidade paga para trabalhadores federais

    Quando no Congresso se encarniçava a luta pelo impeachment, democratas e republicanos chegaram a acordo num assunto sensível. Trump conseguiu verba para a nova Força Espacial norte-americana, um novo ramo militar. Os democratas avançaram numa conquista social importante. É a negociação típica da política americana.
  • 10, dez
  • Afeganistão. Uma guerra sem solução contada por quem a viveu

    Afeganistão. Uma guerra sem solução contada por quem a viveu

    Quase 50 anos depois dos “Pentagon Papers” que puseram a nu a realidade da guerra no Vietname, surgem agora os “Afhganistan Papers” revelados pelo Washington Post. É a história secreta de uma guerra que dura há 18 anos e parece não ter fim. Foi Churchill quem disse que na guerra a primeira vítima é a verdade. Ei-la contada agora por quem conhece a realidade.
  • 06, dez
  • Abuso de poder, obstrução à justiça e ao Congresso  serão os fundamentos da acusação a Trump

    Abuso de poder, obstrução à justiça e ao Congresso serão os fundamentos da acusação a Trump

    Democratas vão redigir os termos da acusação na próxima semana e querem votar destituição de Trump até ao Natal. Senado deve absolver o presidente. Investigação da Câmara de Representantes revela manobras de Giuliani e de Devin Nunes na nebulosa ucraniana.
  • 28, nov
  • ​Devin Nunes suspeito de ter conspirado a favor de Trump na questão da Ucrânia

    ​Devin Nunes suspeito de ter conspirado a favor de Trump na questão da Ucrânia

    Obcecado com teorias da conspiração contra Trump, deputado luso-americano é agora suspeito de ter sido cúmplice numa tese conspirativa. Nunes terá reunido em Viena com antigo procurador-geral ucraniano afastado por não combater a corrupção no país. Vira-se o feitiço contra o feiticeiro.