"Rússia está cada vez mais fraca", afirma embaixadora da Ucrânia em Portugal
27-06-2023 - 17:13
 • Tomás Anjinho Chagas

Maryna Mykhailenko acredita que insurreição do Grupo Wagner mostra que o regime de Putin está em queda. Embaixadora pede ao ocidente que não desacelere nas sanções: " É altura de aumentar a pressão".

A embaixadora da Ucrânia em Portugal, Maryna Mykhailenko, acredita que a insurreição do Grupo Wagner, levada a cabo no passado fim-de-semana, demonstra que a Rússia é um país "cada vez mais fraco".

Numa intervenção que fez durante o Estoril Political Fórum, organizado pelo Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa, Maryna Mykhailenko comentou os mais recentes desenvolvimentos na Rússia, onde o Grupo Wagner, liderado por Yevgeny Prigozhin, se virou contra o regime de Vladimir Putin e ameaçou ir a Moscovo

"O ataque do grupo Wagner expôs a fraqueza de Vladimir Putin e do seu regime. O que é crucial é tirar lições: acho que a primeira lição é que a Rússia é fraca e está a ficar mais fraca todos os dias. A segunda, é que esta não é a altura de recuar. É a altura de aumentar a pressão", pediu a embaixadora nomeada por Volodymyr Zelensky.

A embaixadora ucraniana em Portugal acredita que o episódio dá sinais de fraqueza do Kremlin, e pede ao Ocidente para não deixar de apoiar o país nesta altura: "Estamos muito agradecidos com o 11º pacote de sanções, e pedimos aos nossos parceiros para continuar a aumentar a pressão", apelou a diplomata.

A embaixadora da Ucrânia em Portugal vai mais longe e afirma que, nesta altura, a Rússia corre o risco de se tornar um “Estado falhado” pelo facto de não estar a conseguir concluir a invasão no calendário que pretendia, mas especialmente pela rebelião do grupo de mercenários.

"Eu acho que o que aconteceu no último sábado confirma que a Rússia está em risco de se tornar num Estado falhado. Podem achar que estou a exagera, mas de qualquer forma, vimos sinais disso mesmo nos últimos dias. É irónico, porque durante anos a Rússia tentou convencer os nossos parceiros de que a Ucrânia é que era um Estado falhado", sublinha Maryna Mykhailenko.

As declarações da embaixadora da Ucrânia em Portugal foram feitas durante o discurso no Estoril Political Fórum, que se se prolonga até esta quarta-feira, e ainda vai contar com a presença de Miguel Albuquerque, presidente do Governo Regional da Madeira, Dom Duarte, Duque de Bragança e ainda Marta Santos Pais, que foi representante especial do Secretário-Geral da ONU para a Violência contra as Crianças.