Cidadã russa residente na Dinamarca é detida por suspeita de espionagem
11-06-2024 - 19:11
 • Renascença

Cidadã russa detida esta terça-feira por suspeita de espionagem é apontada como "pilar da comunidade russa na Dinamarca" pelos meios de comunicação do país.

Esta terça-feira uma cidadã russa foi detida por suspeita de espionagem, anunciam os serviços de informação dinamarqueses. A cidadã é também apontada como "pilar da comunidade russa na Dinamarca" pelos meios de comunicação do país.

A detida é suspeita de ter permitido "que um serviço de informações estrangeiro operasse no país, nomeadamente através de atividades de influência", declaram os serviços de informações (PET) em comunicado.

Esclarecem ainda que a detenção não está relacionada com as últimas eleições europeias, mas sim com as recentes revelações da rádio pública dinamarquesa e de outros meios de comunicação social sobre a Fundação Pravfond, uma instituição russa que é utilizada para "financiar operações em benefício da Rússia" como projetos de desinformação e a defesa de suspeitos de espionagem. Segundo documentos recolhidos pela rádio pública da Dinamarca.

A cidadã foi detida no sul da capital, Copenhaga, e deverá ser libertada depois do interrogatório, como afirmam os serviços de informações. A sua identidade ainda não foi revelada.