A+ / A-

Bombeiro morre eletrocutado ao tentar salvar o cão Loki

27 fev, 2024 - 14:12 • Redação

Nos comentários das redes sociais, lamenta-se a morte de Jorge Marques, cujo "grande amor" eram os seus cães.

A+ / A-

"Sofreu um choque elétrico através da corrente onde estava preso o cão. Foi soltá-lo porque o cão estava a ganir e ficaram lá os dois". Um bombeiro do Bombarral, em Leiria, morreu eletrocutado ao tentar salvar o seu cão Loki, que estava preso numa corrente.

A notícia foi dada este domingo, numa publicação do Facebook dos Bombeiros Voluntários do Bombarral.

Numa outra página, Diário de Um Bombeiro, foi publicado no domingo um 'post' de condolências ao falecido colega, onde se lê que "nunca virou costas ao perigo" e que "morreu ao tentar salvar o seu grande amor, o seu cão."

Nas redes sociais de Jorge, encontram-se diversas publicações que mencionam os seus cães, Loki e Beny, sempre com muito amor e carinho. Numa publicação partilhada a 29 de julho do ano passado, Jorge celebrava o segundo aniversário do seu "menino Loki", a "melhor coisa" que dizia ter na sua vida. A sua "companhia".


O partido PAN reagiu à morte de Jorge na rede social X, prestando "as suas mais sentidas condolências à família e amigos" do bombeiro que "tentou salvar o seu cão Loki, que apareceu preso a uma corrente, mas morreram ambos eletrocutados."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+