Tempo
|
A+ / A-

Autarca

Mobilização de meios para receber Coldplay "é uma obrigação" de Coimbra

08 mai, 2023 - 14:35 • Lusa

O Estádio Cidade de Coimbra acolhe, nos dias 17, 18, 20 e 21 de maio, a banda liderada por Chris Martin, que juntará mais de 200 mil pessoas nos quatro concertos previstos.

A+ / A-

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra, José Manuel Silva, defendeu esta segunda-feira que a mobilização de meios para receber os quatro concertos dos Coldplay, na próxima semana, é uma obrigação da cidade e não um favor à organização.

“Esta mobilização de meios não é nenhum favor à organização. É uma obrigação da nossa cidade, para proporcionar, a quem vem assistir aos concertos dos Coldplay, que nós quisemos que se realizassem em Coimbra, pondo Coimbra no mapa ‘mundi’, quatro ou cinco dias em segurança, com satisfação e com prazer para todos”, referiu.

Durante a conferência de imprensa de apresentação da “Operação Coldplay”, esta manhã, no Estádio Cidade de Coimbra, o autarca evidenciou que, no conjunto, este vai ser “o maior evento de sempre realizado em Coimbra”.

O Estádio Cidade de Coimbra acolhe, nos dias 17, 18, 20 e 21 de maio, a banda liderada por Chris Martin, que juntará mais de 200 mil pessoas nos quatro concertos previstos.

“Tal implica, naturalmente, a mobilização de todos os meios da cidade, para recebermos tantas dezenas de milhares de pessoas em segurança, para que se divirtam e sintam que valeu a pena, para que apreciem o concerto e regressem às suas casas com a satisfação e a vontade de voltar à nossa cidade de Coimbra”, acrescentou.

De acordo com José Manuel Silva, é intenção da Câmara Municipal de Coimbra acolher cada vez maiores eventos, sendo para tal necessário que estes sejam bem organizados.

“Como dizia um munícipe recentemente, sente-se a cidade a fervilhar. É isso que nós queremos: uma cidade dinâmica, atrativa, cosmopolita, ‘cool’ e, para isso, obviamente, todos temos de trabalhar nesse sentido”, sustentou.

Ao longo da sua intervenção, o autarca aludiu ainda ao “enorme investimento” que está a ser realizado no Estádio Cidade de Coimbra, pela promotora Everything is New, para receber os quatro concertos dos Coldplay.

“A última vez que estive neste camarote ele não tinha este aspeto: parece novo, esta zona parece nova. E se olharmos lá para fora, verificamos o enorme investimento que tem sido feito pela promotora nestas instalações, para que tudo esteja adequado à receção de um concerto com a dimensão e o impacto que têm os Coldplay”, alegou.

Segundo o autarca, o estádio não estava em condições de receber eventos desta dimensão, ficando para a cidade o investimento que a promotora está a realizar e que “dificilmente seria feito” de outra forma.

Já o diretor da produtora Everything is New, Pedro Viegas, escusou-se a indicar o valor do investimento que está a ser realizado no Estádio Cidade de Coimbra, indicando apenas que estão a ser feitos “melhoramentos a nível estrutural”

“O estádio tinha algumas questões pela sua não utilização nos últimos tempos. Há muitas zonas que ainda estão a ser melhoradas, desde casas de banho, luzes e limpezas, entre outras melhorias que assumimos”, concretizou.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+