Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Festa de Natal

Concertos em igrejas, poesia e cinema infantil animam Lisboa

23 nov, 2022 - 11:27 • Lusa

Programação de Natal decorre entre 2 e 18 de dezembro.

A+ / A-

Concertos natalícios em igrejas, espetáculos e um novo ciclo de cinema infantil marcam a programação da iniciativa Natal em Lisboa, que decorre entre 2 e 18 de dezembro.

Na edição deste ano, "ao habitual repertório clássico junta-se a poesia em forma de música, num manifesto pela paz; o "pop-rock" português, num concerto inusitado; uma seleção de filmes e um famoso conto de Natal tocado para os mais novos", destacou, numa nota, a EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural do município de Lisboa.

O programa abre no dia 2 de dezembro (sexta-feira), pelas 21h30, com um concerto pela Camerata Atlântica e pelo Coro Juvenil Camerata Atlântica, que interpretarão a obra "Magnificat em Talha Dourada", do compositor português Eurico Carrapatoso, na Igreja Paroquial de Nossa Senhora dos Anjos.

No dia seguinte, à mesma hora, mas na Igreja de São Vicente de Fora, "Enlace de Natal", um concerto da Orquestra Orbis, reunirá composições populares clássicas, como a "Ave Maria" de Schubert, além de uma peça inédita do compositor Pedro Teixeira da Silva, revelou a EGEAC.

A obra "O Messias", do compositor alemão Friedrich Händel, será apresentada na Basílica da Estrela no dia 4 de dezembro por quatro grupos corais - Choral Phydellius, Coral Sinfónico de Portugal, Nova Camerata de Sta. Cecília e Spatitum Vocale -, acompanhados pela Orquestra Alma Mater.

No feriado de 8 de dezembro, no Cinema São Jorge, um quinteto de cordas toca as melodias de Tchaikovsky em "O Quebra-Nozes" (16h00). Mais tarde, pelas 19h30, o Projeto com Voz apresenta um repertório "pop/rock" português, incluindo temas de Luísa Sobral e Tara Perdida, interpretado por um coro de vozes seniores.

O espetáculo poético-musical "Poema Mundi - 1000 Palavras para a Paz", que "pretende ser uma comemoração da época natalícia e, ao mesmo tempo, uma forte invocação contra a guerra e a violência", junta no Cineteatro Capitólio, no dia 10 (21h30), o coletivo Poetry Ensemble e o quarteto de cordas Naked Lunch.

Esta sessão conta com convidados da Comunidade de Músicos Afegãos, dirigidos por Rui Rebelo, e com as vozes da poetisa Alice Neto de Sousa e das cantoras Mitó, Xana e Patrícia Relvas. Serão ouvidos poemas de António Gedeão, Ary dos Santos, Sophia de Mello Breyner Andresen, Cecília Meireles ou Vinicius de Moraes.

Ainda no dia 10, no Museu de Lisboa-Palácio Pimenta, a Cottas Club Jazz Band reinterpreta o jazz dos anos 20, a partir das 19h00, assinalando o encerramento da exposição "Os Loucos Anos 20 em Lisboa".

O programa inclui ainda concertos na Igreja de São Roque (no dia 9, às 21:30, com o Coro Gregoriano de Lisboa), na Igreja de Nossa Senhora da Ajuda (dia 11, às 16h00, com o Coro de Câmara de Lisboa), na Igreja Anglicana de São Jorge (dia 16, às 21h30, com o Coro Juvenil da Universidade de Lisboa e o Coro de Câmara da Universidade de Lisboa) e na Igreja de São Domingos (dia 17, às 21h30, com os Músicos do Tejo).

Além de concertos, este ano haverá o ciclo de cinema infantil "Fitas de Natal" nos fins de semana de 03 e 04 e de 17 e 18 de dezembro, no Cinema São Jorge, às 11h00.

O Natal em Lisboa termina no dia 18, pelas 16h00, na Igreja de São João Baptista do Lumiar, com o programa "Jesu, Meine Freude", pelo Nova Era Vocal Ensemble, dirigido por João Barros, que executará obras de Henry Purcell, Johann Sebastian Bach, Felix Mendelssohn e Fernando Lopes-Graça.

Consulte aqui o programa completo

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+