Tempo
|
A+ / A-

Maestro Cesário Costa é o novo programador de música erudita do CCB

19 out, 2022 - 11:50 • Maria João Costa

Vai substituir André Cunha Leal na programação de música erudita do Centro Cultural de Belém - uma “contratação oportuna”. O maestro entrou em funções a 11 de outubro.

A+ / A-

A Renascença sabe que já se falava da saída de André Cunha Leal do Centro Cultural de Belém (CCB). A notícia é confirmada num comunicado em que o CCB indica que Cesário Costa será o novo programador de música erudita da instituição.

O maestro “iniciou as suas funções no dia 11 de outubro” e é nas palavras do CCB uma “contratação oportuna”, dado André Cunha Leal ir “assumir novos desafios profissionais”, explica o comunicado.

É Doutorado pela Universidade Nova, estudou Direção de Orquestra, é licenciado e tem o Mestrado pela Escola Superior de Música de Würzburg, na Alemanha. Esteve à frente da Metropolitana/Associação Música, Educação e Cultura, instituição que gere a Orquestra Metropolitana de Lisboa, na qual exerceu o cargo de diretor artístico.

Cesário Costa foi também maestro titular de várias orquestras, entre elas, a Orquestra do Algarve, a Orquestra Clássica do Sul, a Orquestra Clássica de Espinho, a Orquestra de Câmara Musicare e a OrchestrUtópica.

Com experiência na área da docência, o maestro foi professor na Universidade Católica Portuguesa. Em comunicado, o CCB indica que “é investigador integrado do CESEM (FCSH-UNL), Professor na Academia Nacional Superior de Orquestra, Diretor Artístico dos Concertos Promenade do Coliseu do Porto, Diretor Artístico do In Spiritum - Festival de Música do Porto, Maestro Titular e Diretor Artístico da Orquestra Sinfónica Ensemble, Maestro Titular e Diretor Artístico da Orquestra Bomtempo e Maestro Titular e Diretor Artístico da Orquestra Municipal de Sintra - D. Fernando II”.

Antigo bolseiro do Festival de Música de Bayreuth, na Alemanha, o músico venceu o III Concurso Internacional Fundação Oriente para Jovens Chefes de Orquestra. “O seu reportório estende-se do barroco ao contemporâneo, incluindo mais de cento e trinta obras em estreia absoluta”, lê-se no mesmo texto.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+