Tempo
|
A+ / A-

Festival de "blues" na Guarda entre 11 e 14 de agosto

03 ago, 2022 - 10:04 • Lusa

Todos os concertos do festival decorrem na Praça Luís de Camões e têm início marcado para as 21h30, sendo a entrada livre.

A+ / A-

A Guarda recebe, entre 11 e 14, o Festival de Blues que decorre no coração da cidade, na Praça Luís de Camões, com um concerto por noite.

Segundo o município da Guarda, o festival decorre no centro histórico da cidade, com a realização de um concerto por noite e com uma programação com diferentes estilos de blues.

"A iniciativa arranca já no dia 11, com o espetáculo de Vanessa Collier (US), um dos mais excitantes nomes da nova geração do Blues Norte Americano", refere, em comunicado, a Câmara da Guarda.

Seguem-se no dia 12, Peter Storm & The Blues Society (PT), a banda portuguesa de blues do momento que representou Portugal no recente European Blues Challenge em Malmo na Suécia.

No dia seguinte, o palco da Praça Luís de Camões está reservado para os The Cinnelli Brothers (UK) feat. Danny Del Toro (ESP), uma das bandas do momento no Reino Unido que vai à raiz do Blues de Chicago dos anos 60 e 70 e dão um toque de modernidade contagiante.

O cartaz do Festival de Blues fecha no dia 14, com o concerto do músico Mingo, Sanpa & The Barez Bros, vindos de Espanha e que recentemente foram os terceiros classificados no European Blues Challenge em Malmo.

"Trata-se de um excelente cartaz, ao nível do que de melhor se faz por toda a Europa", conclui a autarquia da Guarda.

Todos os concertos do festival decorrem na Praça Luís de Camões e têm início marcado para as 21h30, sendo a entrada livre.

O evento é realizado pelo município da Guarda em parceria com a Associação BB Blues Portugal, a primeira associação de Blues no país, com filiações no Estados Unidos e na União Europeia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+