Tempo
|
A+ / A-

Rock in Rio Lisboa chegou a mais de 7,5 milhões de pessoas

05 jul, 2022 - 22:27 • Inês Braga Sampaio

A Renascença é parceira oficial do festival, juntamente com a Renascença e a MegaHits, restantes rádios do Grupo Renascença Multimédia.

A+ / A-

O Rock in Rio Lisboa chegou a mais de 7,5 milhões de pessoas na sua nona edição, em 2022, um recorde para o festival de música.

Os conteúdos transmitidos na televisão nos dias 18, 18, 25 e 26 de junho tiveram cobertura de 5.402.300 telespetadores. As rádios oficiais do Rock in Rio, a Renascença, a RFM e a MegaHits, do Grupo Renascença Multimédia, transmitiram cerca de 150 horas de emissão, com audiência combinada de mais de dois milhões de pessoas. Só a transmissão online obteve mais de 220 mil ligações.

A transmissão online, em direto, dos concertos duplicou face a 2018, com um total de 159.900 visualizações. Nas redes sociais do festival, foram publicados mais de 650 conteúdos, que granjearam mais de 20 milhões de impressões.

Ao longo dos quatro dias de Rock in Rio, passaram, pela Cidade do Rock, 287 mil pessoas (74 mil no dia primeiro dia, 63 mil no segundo, 70 mil no dia 25 de junho e no último dia de festival, com lotação esgotada, estiveram 80 mil pessoas).

Vinte mil pessoas vieram de fora de Portugal para assistir ao Rock in Rio, com Reino Unido, Espanha e Brasil a liderarem a tabela de venda internacional, seguidos de Alemanha, França, Estados Unidos e Irlanda. Foram doados 5.620 bilhetes a instituições de solidariedade e ONG’s, entre as quais Fenacerci, Acapo, Centro Português para os Refugiados, Cedema, SIC Esperança e CrescerSer.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+