Tempo
|
A+ / A-

Elétrico 28 em Lego [com carteirista] quer ser produto oficial da marca. Saiba como ajudar

17 mai, 2022 - 07:58 • Cristina Nascimento

Um engenheiro de Alenquer começou a fazer animações, criando construções com os famosos blocos de construção, para entreter os filhos durante os tempos de pandemia.

A+ / A-

Há uma réplica do icónico elétrico lisboeta, carreira 28, feita em Lego que quer ter a possibilidade de se tornar num conjunto oficial da marca.

É um projeto de Ezequiel Alabaça, um engenheiro de Alenquer, que durante a pandemia começou a fazer animações com construções de Lego para ajudar a entreter os filhos: duas raparigas agora com 12 e 13 anos e um rapaz com cinco anos.

“Íamos fazer a animação de um jogador de futebol que ia viajar de autocarro, mas depois decidimos mudar o autocarro por elétrico. Fizemos a animação e, no fim, quando íamos desmontar, gostámos tanto do elétrico que decidimos deixar montado”, diz à Renascença.

O projeto é composto por duas partes: o elétrico 28 e o pavimento que recria a calçada portuguesa. Ao todo são cerca de 2.150 peças. “O processo foi bastante longo, cerca de seis meses, pois só faço isto no intervalo das minhas restantes ocupações”, explica.

Ezequiel Alabaça conta que, para a versão final da réplica, contou com a ajuda até de profissionais da Carris que entraram em contacto consigo e “mandaram fotografias” e “ajudaram nalguns detalhes”.

Mas não se pense que esta ideia é isenta de polémica. “Adicionei também um carteirista, que aparece inclusivamente nos guias turísticos e tem alguma fama como sendo um passageiro dos elétricos, mas não é um tema consensual”, explica.

Polémicas à parte, o velhinho 28 já é candidato a conjunto oficial da Lego. “Temos de passar por várias etapas. Primeiro, ter 100 apoiantes em 60 dias, depois temos mais um ano para chegar aos mil apoiantes, depois mais 180 dias para atingir os cinco mil e mais 182 dias para os 10 mil apoiantes.”

O projeto chegou à plataforma da Lego em fevereiro e, neste momento, já atingiu mais de metade dos 10 mil votos.

Ezequiel acredita que vai chegar ao objetivo, “mas para isso tenho de contar com a participação de todos”, diz apelando ao voto que pode ser deixado aqui.

Chegando aos 10 mil votos, a contagem é encerrada, o projeto avaliado e a Lego tem seis meses para decidir se a ideia ganha o selo oficial da marca.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Arnaldo Caldeira
    18 mai, 2022 Oeiras 12:18
    Perfeito,parabéns!
  • Helena Figueiredo
    18 mai, 2022 Lisboa 08:38
    Parabéns ao engenheiro Ezequiel Alabaça. Está espetacular!
  • sergio calixto
    17 mai, 2022 almada 14:05
    Ideia brilhante de dar a conhecer ao mundo do Lego a histórica carreira 28

Destaques V+