Tempo
|
A+ / A-

Portalegre

Feira Medieval Ibérica está de volta a Avis

13 mai, 2022 - 15:32 • Rosário Silva

“D. João I e a Ínclita Geração – Guerra, Paz e Alianças” é o tema da feira que decorre entre 13 e 15 de maio.

A+ / A-

O centro histórico da vila de Avis, no distrito de Portalegre, volta a receber a sua Feira Medieval Ibérica, entre os dias 13 e 15 de maio, depois de dois anos de ausência por causa da pandemia.

O evento, com periodicidade anual, realiza-se desde 2003, sendo já um cartaz turístico do concelho recebendo em cada edição, largas centenas de visitantes.

“Pretende-se recriar um ambiente que transporte os visitantes para a Idade Média, vivenciando episódios históricos, sentindo a dinâmica, os ritmos e os sabores dos tempos medievais”, refere Nuno Silva, o presidente da Câmara Municipal de Avis, citado num comunicado enviado à Renascença.

Para o autarca, “mais do que um evento de lazer”, a feira “é um evento histórico”, que vale bem a pena uma passagem por Avis.

Com entrada livre, o acontecimento está pensado para “atrair famílias para vivenciar a história e as tradições”, num cenário “contextualizado pelo património arquitetónico”, dispondo também de “um espaço lúdico para as crianças com atividades pedagógicas”, revela o município alentejano.

“D. João I e a Ínclita Geração – Guerra, Paz e Alianças” é o tema deste ano, sendo explorados diversos momentos históricos ligados a este período da História e, por isso, sublinha Nuno Silva, “uma boa oportunidade de partilhar com os mais novos a história viva”.

O principal objetivo da Feira Medieval Ibérica de Avis é recriar episódios históricos ligados à Ordem Militar de S. Bento de Avis, daí que se privilegie “a fidelidade à realidade histórica”, através da concretização de um programa que integra um conjunto bastante diversificado de atividades de forma a abranger também um público alargado, quer do ponto de vista etário, quer dos interesses.

A programação integra conferências temáticas, atividades lúdicas e pedagógicas direcionadas para o público infantil, cortejos, representações teatrais, danças medievais, espetáculos de malabares de fogo, torneios de armas a cavalo.

Porque a gastronomia é igualmente importante, os visitantes dispõem da zona do “Terreiro do Convento” com tasquinhas exploradas por associações e coletividades locais e que apresentam ementas diversificadas com produtos típicos da região e outros próprios da época que se revive.

O espaço da feira conta igualmente com diversas bancas de venda de produtos tradicionais, como vinhos, mel, enchidos, doces e licores, chás, especiarias, frutos secos, bem como espaços de venda de artesanato do Alentejo, sabonetes, roupa, brinquedos artesanais e peças de adorno.

As atividades são dinamizadas pela Câmara Municipal de Avis e pelo Centro Interpretativo da Ordem de Avis (CIOA). A designação de “ibérica” tem com objetivo retratar a ligação da Ordem Militar de S. Bento de Avis à Ordem de Calatrava. Em algumas edições a Feira Medieval Ibérica de Avis contou com a colaboração da Fundación Bodas de Isabel, de Teruel.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+