Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

85 anos Renascença

Renascença, uma rádio pioneira em muitas frentes

07 abr, 2022 - 14:29 • Marta Grosso

O espírito inovador da Renascença faz-se sentir, ver e ouvir desde os primórdios. O seu criador (e sonhador) foi considerado um visionário. Angariou fundos, projetou uma rádio profissional de cariz católico e fê-la crescer. Hoje, a rádio é um grupo e ‘inovação’ o seu nome do meio.

A+ / A-

Quem diria que era possível fazer um programa de rádio a partir de um submarino, nas profundezas do mar, ou durante uma viagem num balão de ar quente? A Renascença fê-lo. E também a bordo de um avião da TAP, no início dos anos 1970, no programa “Tempo Zip”.

Aliás, ao longo destes anos, foram feitas emissões em todos os meios de transporte: metro, veleiro, autocarro, camião, bicicleta, mota, comboios e, em 2019, um balão de ar quente. Tudo com a qualidade e o ambiente técnico de um estúdio.


Uma emissão histórica num balão de ar quente com "As Três da Manhã"
Uma emissão histórica num balão de ar quente com "As Três da Manhã"


Foi-se desbravando caminho e vencendo desafios. Tudo para chegar mais perto do público.

A Renascença foi das primeiras rádios no mundo a apostar no vídeo , criando uma Web TV, a que associou a marca Renascença V+, antecipando aquilo que viria a ser a tendência no digital nos dias de hoje. Foi a primeira a lançar, em Portugal, um noticiário desenhado para consumo online e pensado para o digital e para o ‘mobile’.

Por esta altura, o Youtube tinha acabado de surgir e o 'smartphone' ainda não tinha a utilização que tem hoje.



Também no setor da Informação, foi possível aos jornalistas começarem a poder editar os seus trabalhos sem apoio de um técnico, mesmo estando fora da redação.

Após uma grande ação de formação, esta competência concedeu uma grande autonomia aos profissionais da Informação em ações no exterior – algo que se verificou de grande utilidade, por exemplo, na guerra no Afeganistão (2001).

Em 2007, a Renascença lança um projeto único em Portugal: um jornal diário online, com edição em pdf, para imprimir ou ler no computador.

Ver e ouvir

Extremamente Desagradável” e “Truz-truz, quem é?” são alguns dos programas que, além de ouvir em podcast, pode ver nas redes sociais. O sistema multicâmara que as rádios do Grupo Renascença Multimédia instalaram nos seus estúdios em 2019 permite fazer transmissões vídeo em direto dos programas.

Das Três da Manhã, ao Turno da Tarde, passando pelas entrevistas de informação, o “ visual radio” é o sistema automático de realização e emissão de vídeo que permite ao ouvinte ver, com iluminação específica de alta qualidade, os programas preferidos. E a Renascença foi o primeiro grupo de comunicação social em Portugal a instalá-lo.

Mas há mais! Em dezembro do mesmo ano, antes de imaginarmos que uma pandemia nos ia fechar em casa, o programa As Três da Manhã fez uma emissão inédita Especial Natal, a partir de três locais diferentes: as casas de Joana Marques, Ana Galvão e Carla Rocha. Uma emissão em simultâneo e em direto para a rádio e as redes sociais.


O Grupo é ainda pioneiro em tornar disponível, através das suas apps, os sistemas para automóvel Android Auto e Apple Carplay.


Vai no carro e quer ouvir um programa da Renascença que já passou? Agora já pode
Vai no carro e quer ouvir um programa da Renascença que já passou? Agora já pode


Mais recentemente, inovou na realização de uma emissão contínua e em direto de 51 horas, em prol dos profissionais do setor do espetáculo, muito afetados pela pandemia de Covid-19.



Além de avanços técnicos, esta foi a rádio que chegou primeiro na entrevista ao Papa Francisco, que concede uma entrevista de cerca de uma hora à vaticanista Aura Miguel.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+