Tempo
|
A+ / A-

Ciberjornalismo

Renascença é finalista em quatro categorias dos Prémios Obciber

06 dez, 2021 - 16:26 • Marta Grosso

O ataque ao Capitólio, em janeiro, e o Paraíso das Criptomoedas são alguns dos trabalhos nomeados. Agora é a vez de o público votar.

A+ / A-

A Renascença é finalista dos prémios do Observatório do Ciberjornalismo (Obciber) em quatro categorias: Excelência Geral, Última Hora, Narrativa Vídeo Digital e Narrativa Sonora Digital.

A invasão do Capitólio, nos Estados Unidos, é o acontecimento nomeado para a categoria Última Hora, com cinco notícias:

Já na Narrativa Vídeo Digital, a nomeação recai sobre o “Diário de uma médica no pico da pandemia no hospital de Gaia”, autoria de Inês Rocha.

No Paraíso das Criptomoedas”, da mesma jornalista e de Fábio Monteiro, é o trabalho nomeado para a categoria Narrativa Sonora Digital.

Esta é a 14.ª edição dos Prémios Obciber, que entram agora na fase de votação do público (até 13 de dezembro). Para votar, só tem de aceder a esta plataforma.

Em 2020, a Renascença venceu na categoria de Última Hora com a cobertura da noite eleitoral das eleições legislativas de 2019.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+