Tempo
|
A+ / A-

Serralves vai gerir e programar o MAAT e restante "campus" cultural da EDP

05 nov, 2021 - 16:49 • Lusa

Memorando de entendimento que estabelece "uma parceria de longo prazo".

A+ / A-

A Fundação EDP e a Fundação de Serralves assinaram um memorando de entendimento que estabelece "uma parceria de longo prazo" para o "campus" cultural da Fundação EDP em Lisboa, que passa a ser gerido por Serralves, foi hoje anunciado.

Num comunicado conjunto divulgado pelas duas entidades, que não especifica a duração do acordo, pode ler-se que "a parceria será concretizada na gestão e programação, por parte de Serralves, do Campus Cultural da Fundação EDP em Lisboa, juntando o MAAT e a Central Tejo ao Museu de Arte Contemporânea, à Casa e Parque de Serralves e à Casa do Cinema Manoel de Oliveira".

"A cultura continuará a ser um dos pilares de intervenção da Fundação EDP na comunidade, através da propriedade e apoio de mecenato ao Campus Cultural em Lisboa, ao qual se manterá igualmente vinculada, bem como do mecenato cultural a outras instituições e com a continuidade do Prémio Novos Artistas e do Grande Prémio Arte Fundação EDP, referências no panorama artístico português", acrescenta o texto.

"Com esta presença física em Lisboa, a Fundação de Serralves consolidará a sua relevância nacional e reforçará a sua afirmação internacional", lê-se no comunicado.

As duas fundações realçam estarem "convictas da importância para o país desta parceria, que vai abrir novos horizontes ao conhecimento, estudo, desenvolvimento e divulgação da arte contemporânea e da ciência dentro e fora de fronteiras e vai reforçar os polos culturais de Lisboa e do Porto de ambas".

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+