Tempo
|
A+ / A-

William Shatner já foi ao espaço. “Toda a gente neste mundo devia fazer isto”

13 out, 2021 - 17:44 • Redação

Ator tornou-se na pessoa mais velha, aos 90 anos, a ir ao espaço a bordo de uma nave de Jeff Bezos. O capitão Kirk, da saga "Star Trek" estava muito emocionado no regresso à Terra.

A+ / A-

William Shatner, de 90 anos, que se notabilizou ao encarnar o Capitão Kirk de "Star Trek" (Caminho das Estrelas), tornou-se na pessoa mais velha a viajar no espaço. Foi esta quarta-feira com descolagem do Texas, Estados Unidos, a bordo da Blue Origin, do multimilionário Jeff Bezos.

Shatner descolou a bordo de uma nave espacial, a New Shepard, a mesma que levou o próprio Bezos ao espaço este verão.

A viagem durou apenas 10 minutos desde a descolagem até à aterragem. A tripulação experimentou cerca de três minutos de ausência de peso antes da cápsula lançar o pára-quedas.

Bezos, fã de longa data da saga "Star Trek", levou Shatner como convidado especial. Com ele estavam três companheiros de tripulação: Chris Boshuizen, cofundador da empresa de satélite Planet Labs, e o executivo de software Glen de Vries, e Audrey Powers, vice-presidente de missões e operações de voo da Blue Origin.

O novo recorde de Shanter como a pessoa mais velha a voar no espaço supera o recorde estabelecido há apenas três meses por Wally Funk, de 82 anos, que anteriormente teve a oportunidade de voar com a NASA na década de 1960 antes de se juntar a Bezos, no voo de julho.

De volta à Terra, William Shatner emocionou-se ao descrever a experiência.

"Estou tão emocionado com o que acabou de acontecer. É extraordinário, extraordinário. Espero poder manter o que sinto agora. Não quero perdê-lo. É muito maior do que eu e do que a vida."

Em conversa com Jeff Bezos após o voo da Blue Origin, o ator de 90 anos disse-lhe: "O que me deu é a experiência mais profunda que podia imaginar."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+