Tempo
|
A+ / A-

Blue Origin

Aos 90 anos, o Capitão Kirk da saga "Star Trek" vai ao espaço

13 out, 2021 - 10:57 • Lusa

A descolagem está programada para as 9h00 (15h00 em Lisboa), a partir da base da empresa de Bezos, Blue Origin, no oeste do Texas.

A+ / A-

O ator William Shatner, conhecido pelo papel de capitão Kirk na série "Star Trek - O Caminho das Estrelas", vai finalmente ao espaço, a bordo de um foguetão do magnata Jeff Bezos, que deverá descolar esta quarta-feira.

O protagonista da popular série de ficção científica, que começava com a frase "Espaço, a fronteira final", deverá ser a pessoa mais velha a chegar ao espaço, aos 90 anos.

"Ouvi falar do espaço durante muito tempo", brincou o ator canadiano, citado num comunicado da Blue Origin. "Vou aproveitar a oportunidade para o ver com os meus próprios olhos. Que milagre", acrescentou.

A descolagem está programada para as 09h00 (15h00 em Lisboa), a partir da base da empresa de Bezos, Blue Origin, no oeste do Texas.

Shatner vai viajar a bordo do foguetão New Shepard, totalmente automatizado e reutilizável, que descola verticalmente, com uma cápsula que se desprende durante o voo.

Durante a viagem, o ator vai ultrapassar a chamada linha de Karman, o limite reconhecido internacionalmente entre a atmosfera terrestre e o espaço, a uma altitude de 100 quilómetros.

No total, a experiência deverá durar apenas 11 minutos.

Além do ator, vão estar a bordo mais três passageiros: Chris Boshuizen, antigo engenheiro da NASA e co-fundador da empresa norte-americana Planet Labs, que tira fotografias de alta resolução à Terra, utilizando satélites; Glen de Vries, co-fundador da Medidata Solutions, empresa de software para a indústria farmacêutica, e Audrey Powers, responsável pelas operações de voo e manutenção de foguetes da Blue Origin.

A saga "Star Trek", criada em 1966, tornou-se numa série de culto para os fãs de ficção científica, incluindo Jeff Bezos, que chegou a aparecer num dos muitos filmes derivados da série, em 2016, com maquilhagem alienígena.

"O Capitão Kirk, interpretado por Shatner, representa a 'fronteira final' mais do que qualquer outra pessoa para várias gerações", sendo considerado um "símbolo do interesse crescente" pela exploração do espaço, comentou o argumentista norte-americano Marc Cushman à agência de notícias France-Presse.

Esta é a segunda viagem com passageiros da Blue Origin, após o voo realizado em julho com Jeff Bezos a bordo, o fundador da empresa e da multinacional de comércio eletrónico Amazon.

A viagem de Shatner deverá contribuir para promover a empresa espacial do magnata norte-americano, num setor em que a competição é renhida, com a Virgin Galactic, do multimilionário britânico Richard Branson, a propor uma experiência semelhante.

No verão, Branson, fundador da Virgin, foi o primeiro a ir ao espaço através de meios privados, seguindo-se-lhe alguns dias mais tarde Jeff Bezos, a bordo do foguetão New Shepard. Ambos os voos duraram apenas alguns minutos.

Em setembro, a empresa SpaceX, do magnata Elon Musk, enviou quatro turistas espaciais ao espaço numa viagem de três dias em torno da Terra.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+