Tempo
|
A+ / A-

Mais um grande festival adiado. Desta vez foi o Sudoeste

02 jul, 2021 - 15:05 • Redação

O Sudoeste é cancelado pelo segundo ano consecutivo, como acontece com outros grandes festivais, mas promete voltar para a 24.ª edição, entre 2 e 6 de agosto de 2022.

A+ / A-

A edição deste ano do Festival Meo Sudoeste foi adiada para o próximo ano devido à pandemia de Covid-19, anunciou esta sexta-feira a organização.

"Há um ano nunca imaginaríamos que teríamos de dar novamente esta notícia, mas ainda não poderá ser em 2021 que a Tribo se volta a reunir", refere a promotora Música no Coração, em comunicado.

O Sudoeste é cancelado pelo segundo ano consecutivo, como acontece com outros grandes festivais, mas promete voltar para a 24.ª edição, entre 2 e 6 de agosto de 2022.

"Esta é uma decisão extraordinariamente difícil. Trabalhámos ao longo dos últimos meses, com as Autoridades de Saúde e os representantes do setor, em medidas que pudessem permitir o regresso dos festivais de verão em segurança. No entanto, não sendo ainda conhecidas as regras para a realização de grandes eventos, nem a resposta ao plano de contingência que elaborámos em colaboração com a Cruz Vermelha Portuguesa, e estando apenas a um mês das datas previstas, e face ao tempo necessário para a preparação e montagens, torna-se inviável a realização do Festival este ano", explica a organização.

Os bilhetes para as datas de 2020 ou 2021 são válidos para a edição de 2022, sem necessidade de troca ou emissão de novo ingresso.

Caso se pretenda reembolso, este poderá ser solicitado nos 14 dias úteis seguintes à data prevista para o festival em 2021.

"Depois de 2 anos sem podermos realizar o Meo Sudoeste, é um contributo inestimável se decidires manter o teu bilhete para 2022. Desta forma, estarás a ajudar um setor que atravessa um momento muito difícil", apela a Música no Coração.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • A diferença
    04 jul, 2021 aproveitar já e adoecer para sempre 19:04
    Se isto evitar centenas ou milhares de contágios ... Boa malha! E para aqueles cujo mote é "somos jovens, queremos aproveitar", recomendo que ponham o Tico

Destaques V+