Tempo
|
A+ / A-

​IKEA deixa de publicar "icónico" catálogo ao fim de 70 anos

07 dez, 2020 - 18:06 • Redação

Multinacional sueca aposta no digital para mostrar os seus produtos aos consumidores. Catálogo criado pelo fundador da IKEA, Ingvar Kamprad, é uma das maiores publicações anuais a nível mundial.

A+ / A-

A IKEA, multinacional sueca do ramo do mobiliário, anunciou que vai deixar de imprimir o seu tradicional catálogo anual.

O catálogo da IKEA era impresso e entregue na casa dos clientes há 70 anos, e é uma das maiores publicações anuais a nível mundial.

A publicação que apresenta as novas coleções e tendências atingiu o seu ponto alto em 2016, quando cerca de 200 milhões de exemplares foram distribuídos em mais de 50 países.

A IKEA explica a decisão com o facto de haver cada vez menos pessoas a ler a versão impressa, numa era em que os clientes mudaram de hábitos e, cada vez mais, optam pelas alternativas digitais para comprar ou procurar inspiração.


“Virar a página em relação ao nosso adorado e icónico catálogo é emotivo, mas uma decisão racional”, refere a multinacional sueca, em comunicado.

Para quem ainda prefere o objeto físico, a última edição do catálogo a sair das rotativas será em 2021, com 40 milhões de exemplares.

A primeira edição chegou a casa dos possíveis clientes em 1951 e foi coordenada pelo fundador da IKEA Ingvar Kamprad, que morreu em janeiro de 2018. A tiragem foi de 285 mil cópias, distribuídas pelo sul da Suécia.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+