Tempo
|
A+ / A-

​E se o Vira do Minho fosse parar ao livro do Guinness?

16 ago, 2017 - 16:27

Ponte da Barca junta 545 pessoas para conseguir bater a ilha açoriana do Pico.

A+ / A-

Ponte da Barca quer colocar o Vira do Minho no Livro Guinness de Recordes, juntando, no próximo domingo, "pelo menos 545 pessoas" a dançar aquela coreografia para bater a ilha açoriana do Pico, anterior detentora do recorde na categoria de folclore português.

"Nesta altura, temos as 545 pessoas exigidas pelo Guinness, que são elementos que compõem os 15 grupos folclóricos do concelho mas a nossa expectativa é que, no dia da iniciativa, o número de participantes venha a disparar. É que basta saber dançar o Vira do Minho para participar", explicou o presidente da Câmara de Ponte da Barca.

O autarca Vassalo Abreu adiantou que "o último ensaio da iniciativa vai decorrer, na quinta-feira, a partir das 21h30, na Praça da República".

Em Julho de 2015, a ilha do Pico bateu o recorde da Maior Roda de Chamarrita do Mundo, um típico baile folclórico nos Açores, reunindo 544 "bailadores" no estádio municipal, uma iniciativa da Câmara da Madalena para dar a conhecer ao mundo as tradições locais.

Para entrar no Livro Guinness de Recordes, o Vira do Minho, integrado no programa da Romaria de São Bartolomeu, vai contar com a participação dos 15 grupos folclóricos do concelho "compostos pelas 545 pessoas necessárias, pelo menos, 545 pessoas".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+