Tempo
|
A+ / A-

​Nuno Gonçalves e a morte de Bowie: "A música hoje também acaba um bocadinho"

11 jan, 2016 - 20:02

​Nuno Gonçalves, dos The Gift, considera que David Bowie "é o melhor compositor de sempre que a pop viu nascer".

A+ / A-

"O que ele fez é único, não há ninguém sequer que chegue perto das canções que ele tem, da carreira que ele moldou e das personagens que ele criou.

É notável o trabalho. Morreu cedo de mais porque, tal como prova o último disco dele, que é cheio de rasgos, até no final ele foi criativo.

Eu acho que é o melhor compositor de sempre que a pop viu nascer e por isso acho que a música hoje também acaba um bocadinho. Não há sequer uma pessoa a chegar perto do que o David Bowie fez, o que é uma pena para uma série de gerações que vieram a seguir. Não há ninguém que chegue perto do talento dele.

Dificilmente se consegue ter um legado com tanta qualidade e também a importância de chegar às pessoas. Muitas vezes é difícil chegar às pessoas com qualidade e o Bowie consegue provar-nos que sim, que é possível."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+