Tempo
|
A+ / A-

Papa agradece a D. José Ornelas "primorosa organização" da JMJ

12 set, 2023 - 19:03 • Ana Catarina André

CEP anuncia a nomeação de um leigo para diretor do departamento nacional da Pastoral Juvenil.

A+ / A-

O Papa Francisco escreveu a D. José Ornelas, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), a agradecer pela "primorosa organização" da Jornada Mundial da Juventude (JMJ 2023).

"Gostei de tudo o que vi e ouvi", escreveu Francisco, sublinhando os "belos exemplos de dedicação pastoral às pessoas" que encontrou, aquando da sua viagem a Lisboa, no início de agosto.

Na carta, divulgada em comunicado enviado à Renascença após a reunião do Conselho Permanente da CEP, Francisco menciona ainda o “carinhoso acolhimento” que recebeu na JMJ e garantiu a sua oração pela Igreja em Portugal “para que continue, com perseverança e coragem, a anunciar a todos a Boa Nova de Jesus Cristo vivo entre nós”.

Na mesma nota de imprensa, a Conferência Episcopal Portugal refere várias nomeações para o triénio 2023-2026, entre as quais a de um leigo para diretor do departamento nacional da pastoral juvenil, no caso Nuno Sobral Camelo, da Arquidiocese de Évora. O padre Filipe Diniz, que até agora ocupava o cargo, passa a ser assistente desse mesmo departamento.

Na reunião do Conselho Permanente estiveram também as psicólogas Rute Agulhas e Alexandra Anciães, membros do grupo VITA, que acompanha situações de violência sexual na Igreja. De acordo com o comunicado, as duas especialistas fizeram “um ponto de situação” do trabalho desenvolvido entre 22 de maio e 10 de setembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+