A+ / A-

Câmara de Ourém prepara-se para 200 mil pessoas/dia em Fátima antes e durante JMJ

10 jul, 2023 - 13:17 • Lusa

JMJ vai realizar-se entre 1 e 6 de agosto em Lisboa. Papa Francisco vai deslocar-se ao Santuário de Fátima no dia 5.

A+ / A-

O presidente da Câmara de Ourém disse esta segunda-feira estimar 200 mil pessoas diariamente em Fátima no âmbito da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que inclui a deslocação do Papa àquele santuário, dia em que o número será maior.

“Obviamente que no dia 05 [de agosto, quando se prevê a deslocação a Fátima do Papa] estimamos que possam estar bem mais do que isso”, afirmou o presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, numa conferência de imprensa nos Paços do Concelho.

A JMJ vai realizar-se entre 01 e 06 de agosto em Lisboa, estando anunciada a deslocação do Papa Francisco ao Santuário de Fátima no dia 05.

O autarca explicou que na pré jornada (semana que antecede a JMJ) e na jornada entende-se que “90% das pessoas que virão a Lisboa, à JMJ, quererão vir a Fátima”.

“São os números que temos, também em conjunto com as autoridades”, declarou, assumindo que “será uma sobrecarga enorme para todas as infraestruturas da cidade de Fátima e do concelho de Ourém”.

Na conferência, onde elencou o trabalho desenvolvido pela autarquia para acolher os jovens, o autarca admitiu também um acréscimo de visitantes à cidade de Fátima no pós JMJ, embora neste último caso ainda não haja a noção de números.

Referindo que o trabalho de preparação foi exclusivamente do Município de Ourém, Luís Albuquerque apontou um custo para a Câmara entre “300 mil e 500 mil euros”, salientando que “fazia e faz sentido” fazer este esforço, para bem de todos aqueles que visitam o concelho e “para bem do país”.

“Tínhamos duas hipóteses, uma que era a de fazer aquilo que, habitualmente, fazemos no 12 de maio [peregrinação internacional aniversária ao Santuário de Fátima] (…) ou prepararmo-nos melhor para receber todos os milhões de pessoas que virão a Fátima”, referiu.

Luís Albuquerque adiantou que foi contactado o Governo para ajudar financeiramente a suportar alguns encargos municipais, o autarca reconheceu que, “infelizmente”, não houve sucesso.

“Mesmo assim, tomámos a decisão de trabalhar para que tudo possa correr bem. O que vai estar em causa além da imagem de Fátima, de Ourém é a imagem do país e, obviamente, nós também fomos sensíveis a isso e por isso entendemos que devíamos fazer este esforço financeiro para melhor receber todos aqueles que nos irão visitar, porque queremos que essas pessoas possam regressar um dia breve a Portugal e a Fátima e ao concelho de Ourém”, acrescentou Luís Albuquerque.

De acordo com o autarca, a Câmara vai aproveitar a JMJ para promover o concelho e a região.

A Jornada Mundial da Juventude é o maior evento da Igreja Católica e realiza-se pela primeira vez em Portugal, onde são esperadas cerca de 1,5 milhões de pessoas, nesta 15.ª edição.

Plataforma para apoiar jovens

O Município de Ourém lançou entretanto uma plataforma na Internet para ajudar os jovens por ocasião da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que contempla a deslocação do Papa a Fátima, cidade onde vai criar pontos ‘wi-fi’ gratuitos, foi hoje anunciado.

A plataforma foi apresentada no decorrer de uma conferência de imprensa para divulgar os trabalhos em curso de preparação da JMJ no concelho, incluindo a criação de três pontos de rede de Internet sem fios, junto ao Posto de Turismo de Fátima e nos dois acampamentos autorizados, com capacidade total para 3.500 pessoas, próximo do campo de futebol João Paulo II e na Avenida João XXIII.

A JMJ vai realizar-se entre 01 e 06 de agosto em Lisboa, estando anunciada a deslocação do Papa Francisco ao Santuário de Fátima no dia 05.

Na plataforma, https://fatima2023jmj.ourem.pt/, há informações sobre como chegar a Fátima, onde estacionar (e lotação aproximada), as condicionantes de trânsito, os pontos de apoio (farmácias, acampamentos, casas de banho, bebedouros, entre outros), onde comer e dormir, que outros locais se podem visitar no concelho ou a ligação ao sítio na Internet do Santuário de Fátima para a JMJ.

Em cinco idiomas, português, espanhol, inglês, francês e italiano, a plataforma, criada internamente pelos serviços municipais, inclui ainda um mapa interativo e contactos úteis, incluindo do apoio consular para cidadãos estrangeiros em casos de emergência.

O chefe de gabinete do presidente do Município de Ourém, Filipe Baptista, salientou que o ‘site’, que vai também estar disponível numa aplicação para telemóvel, é “extremamente simples e útil” para os jovens.

Filipe Baptista adiantou que quanto à credenciação para a população poder circular na cidade Fátima aguarda-se que a Guarda Nacional Republicana faça a validação, para ficar disponibilizada nesta plataforma.

O presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, esclareceu que será o município a gerir também esta matéria, apenas para vigorar nos dias 04 e 05 de agosto.

Aos jornalistas, Luís Albuquerque referiu que a maior preocupação é a segurança e que “a cidade não pare” e que “possa continuar a funcionar dentro dos condicionalismos o mais normal possível”.

“São duas preocupações grandes que temos e foi por aí que temos estado a trabalhar”, disse.

A Jornada Mundial da Juventude, o maior evento da Igreja Católica, realiza-se pela primeira vez em Portugal, de 01 a 06 de agosto, em Lisboa, onde são esperadas cerca de 1,5 milhões de pessoas, nesta 15.ª edição.

O anúncio da escolha de Lisboa foi feito em 27 de janeiro de 2019, na missa de encerramento da JMJ na Cidade do Panamá, pelo prefeito do Dicastério para os Leigos, Família e Vida, Kevin Joseph Farrell. Este dicastério é o organismo do Vaticano que organiza a JMJ com um comité local.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+