Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Virgem Peregrina como "rosto de Fátima" é tema de exposição no Santuário

25 ago, 2022 - 10:44 • Lusa

Feita segundo indicações da Irmã Lúcia, a primeira Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima foi oferecida pelo bispo de Leiria e coroada solenemente pelo arcebispo de Évora, em 13 de maio de 1947.

A+ / A-

As múltiplas viagens pelo mundo da imagem da Virgem Peregrina de Fátima vão ser abordadas em mais uma visita à exposição "Rostos de Fátima", que o santuário da Cova da Iria está a promover até 15 de outubro.

"A Virgem Peregrina, Rosto de Fátima no Mundo" é o tema que levará Sónia Vazão, investigadora do Departamento de Estudos do Santuário, a orientar, no dia 7 de setembro, a partir das 21h15, a penúltima visita à exposição, centrando a sua análise nas diferentes viagens da Virgem Peregrina desde 1947.

A partir dessa data, a imagem percorreu diversos países do mundo.

O início destas deslocações remete para 1945, pouco depois do final da 2.ª Guerra Mundial, quando um pároco de Berlim propôs que uma imagem de Nossa Senhora de Fátima percorresse todas as capitais e cidades episcopais da Europa, até à fronteira da Rússia.

De acordo com informação disponibilizada pelo Santuário de Fátima, a ideia foi retomada em abril de 1946, por um representante do Luxemburgo no Conselho Internacional da Juventude Católica Feminina, e, no ano seguinte, no preciso dia da sua coroação, teve início a primeira viagem.

Após mais de meio século de peregrinação, em que a Imagem visitou 64 países dos vários continentes, a Reitoria do Santuário de Fátima entendeu que ela não deveria sair mais, a não ser por alguma circunstância extraordinária.

Em maio de 2000, foi colocada na exposição Fátima Luz e Paz, onde foi venerada por dezenas de milhares de visitantes.

Passados três anos, no dia 8 de dezembro de 2003, solenidade da Imaculada Conceição, a Imagem foi entronizada na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, tendo sido colocada numa coluna junto do altar-mor.

A Imagem voltou a sair no dia 12 de maio de 2014, primeiramente para uma visita às comunidades religiosas contemplativas existentes em Portugal, que decorreu até ao dia 2 de fevereiro de 2015, e depois a todas as dioceses portuguesas, de 13 de maio de 2015 a 13 de maio de 2016. Estas visitas tiveram como objetivo envolver as comunidades contemplativas e as dioceses de Portugal na celebração do Centenário das Aparições de Fátima.

A fim de dar resposta aos imensos pedidos provenientes de todo o mundo, foram, entretanto, feitas 13 réplicas da primeira Imagem Peregrina.

Segundo informação do Santuário, "o tema integra o primeiro núcleo da exposição e está intimamente relacionado com um dos objetos expostos: um mapa de 1954 que assinala as várias viagens da Virgem Peregrina pelo mundo".

"Nesta primeira parte da exposição, que percorre o primeiro século de Fátima, dão-se a conhecer, de resto, os rostos relevantes da Cova da Iria onde se incluem os seus impulsionadores como foram, entre outros, todos aqueles que iniciaram e promoveram as visitas da Virgem Peregrina, o rosto mais conhecido de Fátima".

A exposição "Os rostos de Fátima - fisionomias de uma paisagem espiritual" apresenta a história de Fátima a partir dos nomes que a fizeram, está patente até 15 de outubro, no Convivium ?de Santo Agostinho, no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade, e pode ser visitada diariamente, entre as 9h00 e as 13h00 e entre as 14h00 e as 18h00.

No dia 04 de setembro, o Santuário promove mais um Encontro na Basílica, com uma reflexão sobre "A "Luz que é Deus" sobre a história do mundo: a dimensão profética da mensagem de Fátima", conduzida pela teóloga Isabel Varanda.

O encontro tem lugar a partir das 15h30, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, no âmbito de uma proposta formativa integrada no ano pastoral que tem como tema "Levanta-te, És testemunha do que viste".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+