Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Fátima. "Temos de nos recentrar no essencial", diz D. Virgílio Antunes

12 jun, 2022 - 23:11 • Teresa Paula Costa

Bispo de Coimbra, que presidiu à Celebração da Palavra da Peregrinação de Junho, considera que ninguém sai de Fátima indiferente e que a experiência da peregrinação traz humildade.

A+ / A-

O bispo de Coimbra defende a necessidade de nos centrarmos no que é essencial. A mensagem de D. Virgílio do Nascimento Antunes foi deixada este domingo, na peregrinação da Junho, ao Santuário de Fátima.

Reconhecendo que “tão atormentados andamos pela voragem das ações quotidianas, dos pensamentos, das solicitações, dos ritmos da vida e das preocupações”, D. Virgílio defende que “precisamos de nos recentrar no essencial”.

Perante alguns milhares de peregrinos presentes nas celebrações da peregrinação de junho, o bispo afirmou que “essa ação de nos recentrarmos torna-se possível” em Fátima, porque “a peregrinação a este santuário favorece uma envolvência profundamente humana e religiosa, num quadro de interiorização e manifestação da fé em Deus”.

Peregrinar é ser humilde

Na Celebração da Palavra, D. Virgílio Antunes salientou a importância de nos tornarmos peregrinos.

Considerando que “ser peregrino é um ato de grande significado”, explicou que tal “supõe sempre o apelo a pôr-se a caminho, a querer ir mais longe”.

Por outro lado, “é sinal de humildade” pois “reforça a certeza da debilidade, da pobreza e até do pecado”.

Fátima acolhe alegrias e dramas do mundo

Para o bispo de Coimbra, “a Fátima chegam todas as alegrias do mundo, em ato de gratidão da multidão dos peregrinos”, mas também “todos os dramas e sofrimentos do mundo”.

E Fátima não deixa ninguém indiferente. “Mesmo quem chega com ar de observador ou espírito de simples visitante, pode acabar por tropeçar consigo mesmo e com as questões mais sensíveis que não resolveu”.

“Fátima é lugar em que afloram à mente e ao coração os sentimentos mais íntimos”, quer “os que estão bem resolvidos e são fonte de paz, quer os que estão mal resolvidos e provocam turbulências interiores", sublinhou.

O encontro pessoal com Jesus Cristo, em Fátima, “oferece-nos a graça para agradecermos tudo o que de bom recebemos e a fortaleza para acolhermos as realidades mais difíceis e dolorosas que as circunstâncias da vida nos trazem”, apontou D. Virgílio do Nascimento Antunes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+