Tempo
|
A+ / A-

JMJ 2023 é "o sonho do Papa Francisco”, diz D. Peña Parra

12 mai, 2022 - 15:53 • Isabel Pacheco

O diplomata da Santa Sé inaugurou, esta quinta-feira, a sede da Jornada Mundial da Juventude, que se realiza em agosto do próximo ano, em Lisboa.

A+ / A-

O Papa Francisco está “muito interessado” na Jornada Mundial da Juventude (JMJ2023) que se realiza no próximo ano em Lisboa. É o que revela o arcebispo D. Edgar Peña Parra que, esta quinta-feira, durante a inauguração da sede operacional da JMJ Lisboa 2023, lembrou o empenho de Francisco em ir ao encontro dos jovens.

“Com estas Jornadas Mundiais da Juventude sonha o Papa Francisco. O Papa Francisco está muito interessado nestas jornadas que estão, especialmente, no coração da Europa. Ele não se cansa de procurar os jovens”, sublinha D. Edgar Peña Parra.

O diplomata da Santa Sé deu, mesmo, como exemplo a “bonita” troca de mensagens entre Francisco e um grupo de jovens mexicanos.

“Foi muito bonito. Ontem à noite vi no Instagram do Papa um grupo de mexicanos a perguntar ao Santo Padre como ia a perna, que lhes respondeu que a perna é caprichosa. Perguntaram o que Papa iria fazer, ao que ele lhes respondeu que precisava um pouco de tequila para melhorar”, conta.

Num tempo de “tantos desafios”, D. Peña Parra apelou, ainda, “ao espírito de entreajuda”. O diplomata da Santa Sé lembrou que, tal como na organização das Jornadas”, ninguém consegue planear e organizar sozinho.

“Neste momento especial, depois de uma pandemia e no meio de uma guerra, os desafios são tantos que temos de trabalhar juntos, juntos”, sublinha.

O arcebispo venezuelano que preside, hoje e amanhã, à Peregrinação Internacional Aniversária, em Fátima recordou, ainda, o 40.º aniversario da primeira visita de João Paulo II a Portugal.

“Um dia como hoje, Joao Paulo II iniciou a sua primeira viagem a Portugal, faz hoje 40 anos. Ele amou muito Portugal”, revela o Arcebispo que destaca o “amor extraordinário” que o Santo Padre tinha pela Virgem de Fátima.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+