Tempo
|
A+ / A-

Viagem do Papa ao Líbano deverá ser adiada

09 mai, 2022 - 13:50 • Aura Miguel com Redação

A agência Reuters diz que o adiamento é motivado pelas dificuldades de locomoção que têm afetado Francisco. O Vaticano não comenta.

A+ / A-

A viagem do Papa ao Líbano, prevista para 12 e 13 de junho, deverá ser adiada por causa da dificuldade de locomoção que tem afetado Francisco, avança a agência Reuters.

A notícia foi confirmada pelo ministro do Turismo libanês. "O Líbano recebeu uma carta do Vaticano informando-o oficialmente da decisão de adiar a visita agendada do Papa ao Líbano", declarou Walid Nassar num comunicado divulgado pela Agência Nacional de Informação (ANI).

As "visitas ao estrangeiro (...) foram adiadas por razões de saúde", precisou o ministro, acrescentando que uma nova data para a visita será anunciada "assim que for marcada".

A visita tinha sido anunciada em abril pelo governo libanês. O Vaticano ainda não anunciou a viagem, mas o Papa fez referências à deslocação em entrevistas recentes.

Planos para o Papa ir do Líbano a Jerusalém a 14 de junho para se encontrar com Kirill, o patriarca da Igreja Ortodoxa Russa, já tinham sido cancelados, mas por causa da guerra na Ucrânia.

Nas últimas semanas, o Papa tem tido problemas no joelho no direito, que se revelam dolorosos e incapacitantes.

Na última quinta-feira, pela primeira vez, o Papa surgiu num ato público em cadeira de rodas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+