Tempo
|
A+ / A-

Deixa de ser obrigatório usar máscara nas celebrações da Igreja

22 abr, 2022 - 18:02 • Ricardo Vieira

Desde maio de 2020 que era obrigatório utilizar nas missas em recinto fechado máscara de proteção contra a Covid-19.

A+ / A-

Deixa de ser obrigatório o uso das máscaras "nos espaços das celebrações e outras atividades pastorais da Igreja", anunciou esta sexta-feira a Conferência Episcopal Portuguesa (CEP).

"Porém, sabendo que a pandemia ainda não terminou e num sentido de bom senso e responsabilidade comum, recomenda-se que haja cuidados acrescidos nos espaços fechados onde o devido arejamento nem sempre é possível", indica a CEP, em comunicado enviado à Renascença.

Desde maio de 2020 que era obrigatório utilizar máscara de proteção contra a Covid-19 nas celebrações da Igreja em Portugal.

A Conferência Episcopal mantém-se em vigor as restantes orientações emitidas a 28 de fevereiro de 2022.

O fim da obrigatoriedade em espaços fechados terminou esta sexta-feira. A medida foi aprovada ontem pelo Governo, promulgada pelo Presidente da República e publicada em Diário da República.

A exceção são os transportes públicos e instituições como lares de terceira idade, centros de saúde ou hospitais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+