Tempo
|
A+ / A-

Papa convida bispos a unirem-se em oração pela paz e na consagração da Rússia e da Ucrânia

18 mar, 2022 - 13:10 • Henrique Cunha , Aura Miguel

Os dois países em guerra serão consagrados ao Imaculado Coração de Maria, numa cerimónia com ligação a Fátima, marcada para 25 de março, durante a Celebração da Penitência.

A+ / A-

O Papa Francisco convida os bispos de todo o mundo a unirem-se a ele em oração pela paz e na consagração e entrega da Rússia e da Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria.

A informação foi confirmada por Matteo Bruni, diretor da sala de imprensa da Santa Sé.

“Confirmo que o Papa Francisco convidou os bispos de todo o mundo e seus sacerdotes a unirem-se a ele na oração pela paz e na consagração e entrega da Rússia e da Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria.”

“A ocasião, como foi referido há dias, será a Celebração da Penitência, prevista para as 17h00 de sexta-feira, 25 de março, festa da Anunciação, na Basílica de São Pedro”, adiantou.

Numa carta ao presidente da Conferência Episcopal de Estados Unidos, o núncio apostólico refere que o Papa tenciona enviar a cada bispo uma carta com o convite e o texto da Oração de Consagração em várias línguas.

Os bispos portugueses anunciaram esta sexta-feira que se vão associar à cerimónia de consagração convocada pelo Papa.

Numa nota, a Conferência Episcopal Portuguesa adianta que "em profunda comunhão com o Santo Padre, os bispos portugueses procurarão estar presentes nesta celebração em Fátima”.

A consagração da Rússia e da Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria, vai decorrer numa cerimónia marcada para 25 de março, no Vaticano e em Fátima, por decisão do Papa.

Gesto de paz em tempo de guerra. Imagem peregrina de Fátima chega à Ucrânia
Gesto de paz em tempo de guerra. Imagem peregrina de Fátima chega à Ucrânia
Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+