Tempo
|
A+ / A-

Leigos para o Desenvolvimento procuram voluntários para missões em África e Portugal

09 fev, 2022 - 17:25 • Ana Lisboa

Sessões de informação e esclarecimento acontecem esta quarta e quinta-feira, às 21h00.

A+ / A-

Com o propósito de apelar ao voluntariado, os Leigos para o Desenvolvimento vão realizar duas sessões de informação e esclarecimento para pessoas entre os 21 e os 45 anos de idade.

Trata-se de "uma oportunidade para integrar um novo ciclo de formação de voluntários que terá início em março, em Lisboa, sendo uma oportunidade que permitirá partir em missão ainda este ano", explica esta organização em comunicado.

Esta ONGD católica acrescenta que nestas sessões de informação e esclarecimento vão "apresentar os seus projetos, traçar o perfil do voluntário e o plano de formação para a missão".

Os Leigos dizem que nestes encontros há "sempre a possibilidade de trocar experiências com voluntários que chegaram de missão, colocar questões e pedir esclarecimentos".

Os interessados irão participar, a partir de setembro e durante um ano, numa experiência missionária em África e em Portugal.

A primeira sessão acontece já hoje, quarta-feira, às 21h00, de forma presencial, no CUPAV, em Lisboa.

A segunda sessão será amanhã, quinta-feira, à mesma hora, via Zoom.

Ligada aos Jesuítas, esta organização foi criada em 1986 e tem projetos de desenvolvimento em Moçambique, Angola, São Tomé e Príncipe e também no nosso país.

Beneficiam destes programas, anualmente, mais de 50 mil pessoas e 150 organizações locais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+