Tempo
|
A+ / A-

Gaia criou o projeto "Ser + Vizinh@" para combater o isolamento

12 dez, 2021 - 12:19 • Henrique Cunha

Por agora, a iniciativa que funciona com voluntários envolve os serviços sociais da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Oliveira do Douro.

A+ / A-

Num concelho com mais de 60 mil idosos, a autarquia de Gaia tem como objetivo levar o projeto "Ser + Vizinh@" a todas as freguesias para combater o isolamento destas populações.

Por agora estão "sinalizados 40 idosos", mas Marina Mendes, vereadora da ação social da Câmara de Gaia, quer que no primeiro trimestre do próximo ano, o projeto já esteja em pelo menos mais duas freguesias.

“Neste momento, foi possível juntar um grupo de parceiros. O grupo de parceiros mais ativos no território são: as forças de segurança, a PSP com o seu programa de polícia de proximidade, a segurança social, as várias IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social) do território, as juntas de freguesia", diz a autarca.

Oliveira do Douro, uma das freguesias que tem maior número de população idosa, foi escolhida por essa razão para este projeto-piloto. "Para experimentarmos e para percebermos se desta forma poderíamos promover territórios mais seguros e mais inclusivos, para que estas pessoas de mais idade passassem a ter uma resposta mais próxima e que prevenisse até a sua institucionalização precoce", afirma Marina Mendes.

"Sabemos bem que, mais cedo ou mais tarde, não havendo nenhuma rede de suporte é o mais natural para os idosos que se encontram sozinhos", acrescenta.

A mesma vereadora não exclui a possibilidade de o projeto ser alargado. "Pode ser tão grande quanto aquele que for necessário não temos nenhum limite", decalara.

Assim, a autarquia prevê que no primeiro trimestre do próximo ano haja possibilidade de tentar replicar o projeto, em pelo menos mais duas freguesias. "Às vezes as freguesias também têm características diferentes que exigem alguma readaptação", admite.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+