Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Cónego Hélder Fonseca Mendes é o novo administrador diocesano de Angra

30 nov, 2021 - 17:00 • Ecclesia

Eleição decorreu após reunião do Colégio de Consultores.

A+ / A-

O cónego Hélder Fonseca Mendes é o novo administrador diocesano de Angra, anunciou esta terça-feira a diocese açoriana.

A eleição aconteceu esta manhã, numa reunião do Colégio de Consultores, na sequência da saída de D. João Lavrador, nomeado pelo Papa Francisco como bispo de Viana do Castelo.

O portal diocesano ‘Igreja Açores’ informa que o cónego Hélder Fonseca Mendes prestou juramento diante do Colégio de Consultores, composto por 10 sacerdotes, seis da ilha Terceira, três de São Miguel e um do Faial.

Este organismo é constituído por padres do Conselho Presbiteral, para assessorar o bispo em assuntos da sua competência ou que lhe forem propostos; em caso de sede vacante, como acontece atualmente em Angra, o colégio reúne-se e elege o administrador diocesano.

A reunião foi convocada pelo decano dos sacerdotes deste órgão, depois da saída efetiva de D. João lavrador da diocese no dia 27 de novembro, altura em que entrou formalmente em Viana do Castelo.

O cónego Hélder Fonseca Mendes nasceu em Angra do Heroísmo (1964), onde foi ordenado presbítero (1988); é pároco da Sé de Angra desde 1999, membro dos Conselhos Presbiteral (desde 1989), Pastoral (desde 2000) e Episcopal (desde 2007) da Diocese de Angra, bem como do Colégio dos Consultores (desde 2001).

O sacerdote é vigário-geral da Diocese de Angra desde 2005, coordenando atualmente a Comissão Diocesana da Caminhada Sinodal.

D. João Lavrador foi nomeado pelo Papa Francisco como bispo de Viana do Castelo, a 21 de setembro de 2021, depois de ter estado seis anos nos Açores.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+