Tempo
|
A+ / A-

Obra de requalificação na Sé do Funchal está concluída

29 nov, 2021 - 20:51 • Lusa

O Governo da Madeira salienta, numa nota de imprensa, que “uma das principais características construtivas e decorativas da Sé do Funchal reside na raridade dos tetos da nave central, naves laterais e transeptos, em estilo mudéjar de influência islâmica, únicos em Portugal”.

A+ / A-

A obra de conservação e restauro dos tetos da Sé do Funchal, na Madeira, está concluída, uma intervenção que representou um investimento de cerca de 1,2 milhões de euros.

Na cerimónia de inauguração do restauro dos tetos, que contou com um concerto da Orquestra Clássica da Madeira, o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, realçou que a requalificação do património monumental da região “está mais uma vez consagrada” nesta obra.

“Eu tive ocasião de visitar duas vezes este trabalho de restauro, uma das vezes com o Presidente da República, mas nunca pensei entrar na Sé do Funchal e ter esta sensação de beleza, de trabalho majestoso e que glorifica de facto a nossa terra, a nossa cidade”, declarou.

Do investimento de 1,2 milhões de euros, 174.184 euros foram investidos pelo executivo madeirense (PSD/CDS-PP) e os restantes 987.043 euros proveem de fundos europeus.

O Governo da Madeira salienta, numa nota de imprensa, que “uma das principais características construtivas e decorativas da Sé do Funchal reside na raridade dos tetos da nave central, naves laterais e transeptos, em estilo mudéjar de influência islâmica, únicos em Portugal”.

O executivo de Miguel Albuquerque explica também que “na intervenção de conservação e restauro foram adotados conceitos de intervenção mínima, para preservação da integridade formal e autenticidade do bem cultural, respeito integral pelos materiais e técnicas originais e utilização de materiais compatíveis com os que compõem o original”.

A Sé Catedral do Funchal, classificada como Monumento Nacional desde 1910, constitui o principal templo religioso do arquipélago da Madeira.

A construção do edifício, ordenada por D. Manuel I, teve início em 1493 e foi concluída em 1514, apesar de já se celebrarem missas no templo antes dessa data.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+