Tempo
|
A+ / A-

angelus de domingo

Papa está "próximo" dos migrantes

28 nov, 2021 - 12:14

"Aos migrantes que se encontram nestas situações de crise, asseguro a minha oração e o meu coração", disse Francisco, este domingo, depois da recitação do Ângelus.

A+ / A-

O Papa chamou este domingo a atenção para a situação dos migrantes, lembrando vários casos de pessoas que morrem e enfrentam sérias dificuldades.

“Quantos migrantes se expõem, nestes dias, a perigos gravíssimos? E quantos perdem a vida nas nossas fronteiras?", questionou Francisco, na Praça do São Pedro, depois da recitação do Ângelus.

"Sinto dor pelas notícias sobre a situação em que muitos deles se encontram; pelos que morreram no Canal da Mancha; pelos que estão nos confins da Bielorússia, muitos dos quais crianças; pelos que se afogam no Mediterrâneo; pelos repatriados para o norte de África e capturados pelos traficantes que os transformam em escravos, vendem as mulheres e torturam os homens", prosseguiu

"Aos migrantes que se encontram nestas situações de crise, asseguro a minha oração e o meu coração. Saibam que estou próximo de vós", rematou o Papa que, esta semana, irá em viagem ao Chipre e à Grécia, onde visitará o campo de refugiados na ilha de Lesbos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+