Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Porque “há gestos que constroem”, está aí mais uma campanha "10 Milhões de Estrelas”

10 nov, 2021 - 12:20 • Olímpia Mairos

A Cáritas Portuguesa quer continuar a promover os valores da Paz e do Desenvolvimento Humano em Portugal e no Mundo.

A+ / A-

A Cáritas Portuguesa lança dia 14 de novembro, data em que se assinala mais um Dia Mundial dos Pobres, instituído pelo Papa Francisco, a campanha “10 Milhões de Estrelas - Um Gesto pela Paz".

Neste contexto, a Cáritas acreditando que “há gestos que constroem” propõe a todos os portugueses uma adesão simbólica aos valores da paz, associados à vivência do Natal, através da aquisição de uma “vela estrela” de cor branca ou vermelha, no valor de dois euros.

As velas podem ser compradas nas Cáritas Diocesanas, nas paróquias e numa cadeia de supermercados bem conhecida que habitualmente tem à venda este produto. Para quem preferir, pode ainda ser adquirida de forma online através do site.

Os donativos angariados vão contribuir para que esta organização, que pertence à Igreja Católica, possa ajudar os mais pobres e contribuir para esbater os impactos das alterações climáticas.

“Em 2021, serão um contributo para a ações de dimensão social, da rede nacional Cáritas (65%), e serão, também, aplicados em projetos de resposta ao impacto das alterações climáticas no bem-estar e sobrevivência das populações mais vulneráveis, nos países lusófonos (35%)”, esclarece a instituição em comunicado.

No âmbito desta campanha a rede nacional Cáritas está também a implementar o projeto “Cáritas na Escola”.

“Esta é uma iniciativa, em parceria com o Secretariado Nacional de Educação Cristã, que convida a comunidade educativa à vivência de um dia diferente, com a realização de atividades que consciencializam os alunos (do 1º ciclo ao secundário) para a defesa da dignidade humana e para a promoção da paz”, pode ler-se no documento.

A instituição apoiou entre maio de 2020 e outubro de 2021, através do programa ‘Inverter a curva da pobreza em Portugal’, “mais de 18 mil pessoas (6 610 famílias - 3.042 novas famílias apoiadas) com dificuldade diretamente resultantes da Covid-19, um número que acresce aos pedidos recebidos pela rede nacional Cáritas num contexto anterior ao da Pandemia”.

Apesar das necessidades ao nível alimentar, a instituição assinala que é cada vez mais “uma das principais organizações na resposta financeira a pedidos concretos, destacando-se o apoio ao pagamento de despesas relacionadas com a habitação (61% - rendas), de despesas relacionadas com a saúde (15%), e ao pagamento de despesas relacionadas com a eletricidade (13%)”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+