Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Com fim das restrições já há hotéis esgotados em Fátima

12 out, 2021 - 13:00 • Teresa Paula Costa

Com o alívio das medidas restritivas, empresários hoteleiros e da restauração confiantes no regresso em força dos peregrinos à Cova da Iria

A+ / A-

Em Fátima há já hotéis lotados. Com o aproximar da última peregrinação internacional do ano, a primeira sem restrições, os empresários hoteleiros de Fátima começam agora a ver a luz ao fundo do túnel.

Alexandre Marto, responsável por uma cadeia de dez hotéis em Fátima diz à Renascença que alguns dos hotéis estão já lotados e que a lotação média para esta peregrinação de outubro se situa nos 65%.

“Eu diria que o mercado nacional, os portugueses que visitam Fátima, já regressaram”, revela, acrescentando que “o que falta agora é os restantes mercados voltarem ao que era antes”. Mas também “os mercados europeus regressaram” (a Fátima) e “a grande incógnita é quando se dará o regresso da totalidade dos mercados mais longínquos, nomeadamente, a Ásia, que continua a ter quebras de quase 100%, e também das américas que começam apenas agora a recuperar.”

Para esta peregrinação, as reservas são, sobretudo, de peregrinos espanhóis, polacos e portugueses. Muitos já estão em Fátima, especialmente os espanhóis que quiseram aproveitar o feriado do dia 12 em Espanha, para vir no fim de semana e permanecer em Fátima até ao dia 13.

Também os empresários da restauração estão esperançados. Belmira Antunes, funcionária de um restaurante, diz à Renascença que “vai haver bastantes clientes” nesta peregrinação, embora “como é de semana, e as pessoas trabalham, não vêm tantos como se diz que vêm”. Mesmo assim, “estamos muito satisfeitos e com esperança de que isto melhore pois tivemos dois anos terríveis”.

GNR: Dispositivo semelhante ao pré-Covid

A GNR espera milhares de peregrinos e, por isso, montou um dispositivo semelhante ao que era utilizado nas grandes peregrinações antes da Covid-19. Segundo o Comandante do Destacamento Territorial da GNR de Tomar, Capitão Pedro Inácio, “o número de agentes deverá rondar o que era disponibilizado para as grandes peregrinações pois estamos preparados para o máximo de pessoas que possam aparecer no local”.

Em anos pré-Covid, a GNR tinha preparado um dispositivo que rondava os 200 agentes.

Assim, vão integrar o dispositivo agentes de “patrulhamento a cavalo, patrulhamento em bicicletas, patrulhamento apeado, Brigada de Trânsito, policiamento de proximidade, investigação criminal para prevenção de furtos, ordem pública e DOD”.

No recinto de oração, a vigilância e controlo estão a cargo do santuário, mas no exterior a responsabilidade é da GNR. O objetivo é “face às recomendações atuais da DGS, recomendar às pessoas quando houver possíveis situações de aglomeração a dispersarem naturalmente”. Também “o uso da máscara será recomendado de forma a acautelarem a sua saúde”.

As celebrações serão presididas pelo arcebispo de Salvador da Baía, o cardeal D. Sérgio da Rocha.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+