Tempo
|
A+ / A-

Mar de gente em Budapeste para ver o Papa

12 set, 2021 - 10:44 • Pedro Mesquita

Francisco celebra a missa que assinala o fecho do 52.º Congresso Eucarístico Internacional, na Praça dos Heróis, em Budapeste.

A+ / A-

Na Praça dos Heróis, em Budapeste, um mar de gente viu passar Papa entre o Museu das Belas Artes – onde se reuniu com o Presidente e com o primeiro-ministro – e onde fez também o seu único discurso, aqui na Hungria.

Perante os representantes do Conselho Ecuménico da Igreja e alguns representantes da comunidade judaica, o Papa alertou que devemos estar vigilantes e rezar, para que “não prevaleçam os surtos de ódio que a querem destruir”. Francisco sublinhou, depois, que estava a pensar “na ameaça do antissemitismo, que ainda serpeja na Europa e não só”; “um rastilho que deve ser apagado”.

O Papa conclui que “a melhor forma de o neutralizar é trabalhar positivamente juntos, é promover a fraternidade.”

A esta hora Francisco preside à Santa Missa, na praça dos Heróis, em Budapeste, depois de ter acenado à multidão a partir do “Papamóvel”.

Esta é a primeira vez que o Papa Francisco está na Hungria, antes de viajar para a Eslováquia, 25 anos depois da última visita do Papa João Paulo II.

Quanto ao encontro que manteve com o Presidente húngaro e com o Primeiro-ministro Viktor Orban, a Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou um boletim, onde sublinha que o encontro decorreu numa atmosfera cordial. Entre outros temas foi debatido o papel da Igreja na Hungria, o compromisso com a defesa do ambiente e a proteção e promoção da família.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+