Tempo
|
A+ / A-

férias

Papa deixa conselhos para o verão e oferece colónia de férias a funcionários da Santa Sé

30 jun, 2021 - 17:01 • Ecclesia

Francisco destaca importância da espiritualidade em momento de paragem

A+ / A-

O Papa deixou esta quarta-feira cinco conselhos para a vivência do verão, tradicionalmente um período de férias, destacando a importância da espiritualidade neste momento de paragem.

“No início desde período de descanso e de férias, vamos reservar tempo para examinar a nossa vida e ver os traços da presença de Deus, que nunca deixa de nos guiar”, disse, no final da audiência pública semanal.

Falando aos peregrinos reunidos no Pátio de São Dâmaso, ao ar livre, no Palácio Apostólico, Francisco deixou votos de que as próximas férias “sejam um momento de recuperação e de renovação espiritual” para todas as famílias.

“Desejo que o período de verão seja uma ocasião para aprofundar a própria relação com Deus e para o seguir mais livremente, no caminho dos seus mandamentos”, acrescentou.

Noutra saudação, o Papa falou do verão como um “tempo privilegiado para redescobrir a presença das grandes obras do Senhor”, na vida de cada um.

Francisco dirigiu-se ainda aos jovens estudantes que concluíram o ano escolar e começam agora as férias.

“Convido-os, através das atividades de verão, a continuar a rezar e a imitar as qualidades do jovem Jesus, difundindo a sua luz e a sua paz”, declarou.

As audiências gerais de quarta-feira vão estar suspensas durante o mês de julho, em que a agenda do Papa é mais leve, continuando a presidir à recitação dominical do ângelus, na Praça de São Pedro.

À imagem do que aconteceu em 2020, a Santa Sé vai oferecer uma colónia de férias aos filhos dos seus funcionários, dentro do Auditório Paulo VI – habitualmente fechado nesta altura – e também com visitas guiadas pelos Jardins do Vaticano, numa iniciativa pedida pelo Papa e animada pela comunidade local dos Salesianos.

O auditório, inaugurado há 50 anos, foi transformado numa grande área para oferecer aos mais novos jogos, atividades desportivas e percursos educacionais inspirados na encíclica ‘Laudato si’ do Papa Francisco.

A iniciativa decorre até 30 de julho e destina-se a cerca de 200 participantes, dos 5 aos 13 anos de idade, após meses de confinamento e ensino à distância.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+