Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

​Encontro "Fé e Ciência: Rumo à COP26" faz apelo aos participantes da Conferência do Clima

17 jun, 2021 - 20:19 • Ana Lisboa

Marcada para 4 de outubro, esta iniciativa é organizada pelo Vaticano e pelas embaixadas de Itália e do Reino Unido presentes na Santa Sé.

A+ / A-

O evento "Fé e Ciência: Rumo à COP26", que vai decorrer no Vaticano e em Roma a 4 de outubro, foi apresentado esta quinta-feira durante uma conferência de imprensa.

Trata-se de um encontro inter-religioso que vai reunir cerca de 40 líderes das principais religiões do mundo e dez cientistas de renome internacional. Irá abordar a questão das mudanças climáticas e a necessidade de um compromisso global para cuidar da criação.

A embaixadora do Reino Unido na Santa Sé refere que este acontecimento "será representativo das principais crenças e denominações religiosas de todas as partes do mundo".

Jane Axworthy destacou "a convergência de pontos de vista" de vários responsáveis religiosos na defesa do ambiente e os mais afetados pela crise climática, "em particular os povos indígenas, pequenos Estados insulares e países menos desenvolvidos".

E deixou um alerta: "estamos a ficar sem tempo", reconheceu esta diplomata.

Por seu turno, o secretário do vaticano para as relações com os Estados, afirma que "se não soubermos como enfrentar o desafio das alterações climáticas, não seremos capazes de responder a nenhuma pergunta urgente hoje em dia".

D. Paul Richard Gallagher sublinhou a necessidade de "difundir a visão católica do meio ambiente", partindo de uma abordagem baseada na "fraternidade humana não sectorial", mas que "abraça toda a humanidade, no respeito mútuo".

O Arcebispo considera que o encontro de 4 de Outubro, dia da festa litúrgica de São Francisco de Assis, pode ser uma "grande oportunidade" para trabalhar juntos pelo "multilateralismo".

Em seu entender, "temos de renegociar as nossas relações com a natureza", contra uma "cultura da indiferença e do desperdício que caracteriza a maior parte da humanidade".

Para o responsável da diplomacia da Santa Sé, a COP26 deve ajudar a "repensar estilos de vida" e fazer "escolhas difíceis" para decidir como será a vida no planeta nas próximas décadas, num "momento-chave da história da humanidade".

D. Gallagher considerou "altamente provável" que o Papa participe no encontro de 4 de Outubro, reconhecendo que Francisco está "muito comprometido" na defesa do ambiente.

Já o embaixador de Itália na Santa Sé, Pietro Sebastiani, anunciou que Milão vai receber de 30 de Setembro a 2 de Outubro, a ‘pré-COP', ou seja, a reunião preparatória de ministros tradicionalmente realizada cerca de um mês antes da Conferência do Clima.

A mesma cidade vai acolher de 28 a 30 de Setembro, 400 jovens entre os 15 e 29 anos, oriundos de 197 países, num evento que visa formular propostas concretas sobre as questões das alterações climáticas.

A 26.ª Conferência das Partes (COP26) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas vai decorrer de 1 a 12 de novembro deste ano, em Glasgow, na Escócia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+