Tempo
|
A+ / A-

Papa, solidário com a Venezuela, apela à reconciliação

29 abr, 2021 - 17:45 • Aura Miguel

A beatificação de um médico que dedicou toda a sua vida aos pobres é uma “bênção especial de Deus para a Venezuela”, considera Francisco.

A+ / A-

O Papa Francisco enviou esta quinta-feira uma mensagem para o povo venezuelano, na véspera da beatificação de José Gregorio Hernández Cisneros, conhecido como "o médico dos pobres” (1864-1919) que dedicou toda a sua vida ao serviço dos mais necessitados.

Na mensagem vídeo o Papa valoriza o exemplo do médico beato, considerando-o “modelo para os cristãos e para todas as pessoas de boa vontade”.

Francisco manifesta a sua solidariedade para com todo o povo venezuelano, atingido pela pandemia, e para com “todos aqueles que deixaram o país em busca de melhores condições de vida e também pelos que se veem privados de liberdade e de outras necessidades”.

O Papa considera que esta beatificação “é uma bênção especial de Deus para a Venezuela” e uma ocasião para se converterem a “uma maior solidariedade entre uns e outros, para uma resposta conjunta em prol do bem comum, tão necessários para que o país reviva e renasça depois da pandemia, com espírito de reconciliação”.

A Venezuela continua a atravessar uma grave crise social e económica, agravada pela pandemia de Covid-19.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+