Tempo
|
A+ / A-

Fátima. Lavandaria Social vai dar emprego a pessoas com deficiência

25 abr, 2021 - 13:07 • Ana Lisboa

Iniciativa parte do Centro de Reabilitação e Integração de Fátima, que pretende dar o exemplo da inserção laboral de deficientes.

A+ / A-

A Lavandaria Social de Fátima tem como propósito contribuir para promover a empregabilidade e a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Trata-se de um projeto de empreendedorismo social, da iniciativa do Centro de Reabilitação e Integração de Fátima.

A ideia surgiu "na sequência da longa experiência que a instituição já possui no âmbito da formação profissional na área da reabilitação. E não sendo fácil incluir profissionalmente pessoas com deficiência, perguntámos a nós mesmos porque não ser o CRIF a dar o exemplo às entidades, às empresas e à sociedade em geral no que diz respeito à inclusão laboral. Foi assim que nasceu o projeto", explica Sandra Reis, a coordenadora desta iniciativa.

Nesse sentido, a Lavandaria Social vai dar trabalho a pelo menos 3 deficientes que não pertencem à instituição. No total, são cerca de 20 pessoas com todo o tipo de deficiência que participam em ações de formação disponibilizadas por este projeto.

Como lavandaria tradicional que pretende ser, irá disponibilizar os serviços habituais deste tipo de equipamento e ainda "pequenos arranjos de costura".

Vai estar aberta ao público em geral e também para empresas.

Apesar de ainda não ter sido inaugurada, já tem havido muito interesse por parte das pessoas em recorrer aos seus serviços, até porque um dos seus pontos fortes são os preços mais acessíveis.

Esta responsável sublinha que já tiveram "contactos por parte de restaurantes, hotéis, ginásios, cabeleireiros e outras atividades" e ainda de "entidades congéneres".

A abertura desta Lavandaria Social em Fátima está para breve. Tudo indica que deverá abrir portas no próximo mês de Maio, embora ainda não haja uma data definida.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+