Tempo
|
A+ / A-

Papa publica "tweet" em defesa de “cultura da vida”

29 jan, 2021 - 18:08 • Aura Miguel

Publicado no dia em que a Assembleia da República aprovou a o projeto de legalização da eutanásia, pode ler-se na mensagem do Papa que "a cultura da vida é património que os cristãos desejam compartilhar com todos.

A+ / A-

O Papa Francisco usou, esta sexta-feira, a sua conta Twitter para reafirmar o “valor inestimável” de cada vida humana.

Publicado no dia em que a Assembleia da República aprovou a o projeto de legalização da eutanásia, pode ler-se na mensagem do Papa que "a cultura da vida é património que os cristãos desejam compartilhar com todos. Cada vida humana, única e irrepetível, constitui um valor inestimável. Isso deve ser sempre anunciado novamente, com a coragem da palavra e das ações”.

A oposição da Santa Sé à eutanásia e ao suicídio assistido, foi recentemente reforçada num novo documento, publicado a 22 de setembro de 2020, sobre o fim de vida, onde se responsabiliza políticos e instituições católicas que intervenham direta ou indiretamente na sua realização.

“Os políticos e instituições católicas não podem ser cúmplices de leis e práticas ligadas à eutanásia“, considerada “um ato homicida que nenhum fim pode legitimar”, nem tolera “qualquer forma de cumplicidade ou colaboração, ativa ou passiva”, lê-se neste documento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+