Tempo
|
A+ / A-

Natal com restrições? Também o de Maria e José não foi fácil, diz o Papa

16 dez, 2020 - 09:50 • Aura Miguel

Na habitual audiência das quartas-feiras, apontou Maria e José como modelo para todos, porque se guiaram e apoiaram na “fé, esperança e amor”.

A+ / A-
Papa pede que "pensemos no Natal de Maria e José" porque "não foram rosas nem flores"
Papa pede que "pensemos no Natal de Maria e José" porque "não foram rosas nem flores"

Em contexto de pandemia, o Papa lembra que aquando do nascimento de Jesus, também Maria e José viveram grandes dificuldades. Um exemplo evocado por Francisco para apelar à vivência de um Natal verdadeiro, apesar das restrições.

O Natal verdadeiro é “o nascimento de Jesus Cristo” e se, neste ano, “nos aguardam restrições e inconvenientes, pensemos no Natal da Virgem Maria e de São José: não foram rosas nem flores! Quantas dificuldades e preocupações!”.

No final da habitual audiência das quartas-feiras, o apontou Maria e José como modelo para todos, porque se guiaram e apoiaram na “fé, esperança e amor”, desejando que seja assim também connosco.

Francisco prosseguiu, nesta catequese, as suas reflexões sobre a importância da oração.

Rezar “não significa fugir da realidade”, pois “quem reza nunca deixa o mundo para trás. Se a oração não recolhe as alegrias e tristezas, as esperanças e angústias da humanidade, torna-se uma actividade “decorativa” e intimista”, diz o Papa. Na verdadeira oração, reza-se “por todos e por cada pessoa: é como se o cristãos fosse a “antena” de Deus neste mundo. Em cada pobre que bate à porta, em cada pessoa que perdeu o sentido das coisas, aquele que reza vê o rosto de Cristo.” E conclui: “Somos todos folhas da mesma árvore: cada desprendimento lembra-nos a grande piedade que devemos nutrir, na oração, uns pelos outros.”

A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 1.621.397 mortos resultantes de mais de 72,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Na Europa, o maior número de vítimas mortais regista-se na Itália (65.857 mortos, mais de 1,8 milhões de casos), seguindo-se Reino Unido (64.908 mortos, mais de 1,8 milhões de casos), França (59.079 mortos, mais de 2,3 milhões de casos) e Espanha (48.401 mortos, mais de 1,7 milhões de casos).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+