Tempo
|
A+ / A-

Papa próximo dos católicos na China e dos que se dedicam à paz e ao serviço dos outros

24 mai, 2020 - 11:36 • Aura Miguel

Francisco enviou uma mensagem especial aos católicos da China, no dia da sua padroeira.

A+ / A-

No final da oração Regina Coeli, dedicada este domingo à festa da Ascensão, o Papa Francisco enviou uma mensagem especial aos católicos da China, no dia da sua padroeira, Nossa Senhora Auxílio dos Cristãos.

Especialmente venerada no santuário de Sheshan, em Xangai, Francisco confiou à proteção da padroeira da China, “os Pastores e os fiéis da Igreja Católica naquele grande país, para que sejam fortes na fé e firmes na união fraterna, testemunhas alegres e promotores de caridade e esperança”.

Num contexto marcado por tensões políticas e religiosas, o Papa assegurou aos católicos que “a Igreja universal, da qual sois parte integrante, compartilha as vossas esperanças e vos apoia nas provações. Ela acompanha-vos com a oração por uma nova efusão do do Espírito Santo, para que resplandeça em vós a luz e a beleza do Evangelho, poder de Deus para a salvação de quem crê.”

À intercessão de Maria Auxiliadora, o Santo Padre quis hoje também confiar “todos os discípulos do Senhor e todas as pessoas de boa vontade que, neste momento difícil, em todas as partes do mundo, trabalham com paixão e compromisso pela paz, pelo diálogo entre as nações, pelo serviço aos pobres, pela custódia da criação e pela vitória da humanidade sobre todas as doenças do corpo, coração e alma”.

E, para assinalar hoje o Dia Mundial das Comunicações Sociais, dedicado este ano ao tema da narrativa, Francisco pediu aos profissionais “histórias construtivas, que nos ajudem a perceber que todos fazemos parte de uma história maior do que nós e que podemos olhar para o futuro com esperança, se realmente cuidarmos uns dos outros, como irmãos”.

No final, o Papa recordou o arranque do “Ano Laudato Si” que agora começa e deslocou-se depois à sua habitual janela do Palácio Apostólico para uma benção à cidade de Roma, desta vez acolhido com palmas por algumas dezenas de pessoas reunidas na Praça de São Pedro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+