Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Papa reza pela unidade da Europa e encoraja os cristãos perseguidos

29 abr, 2020 - 10:37 • Aura Miguel

O exemplo de coragem cristã de Santa Catarina de Sena foi invocado hoje pelo Papa, como modelo para os nossos tempos conturbados.

A+ / A-
Papa reza pela unidade da Europa e encoraja os cristãos perseguidos. “Somos um único corpo"
Papa reza pela unidade da Europa e encoraja os cristãos perseguidos. “Somos um único corpo"

Na catequese desta quarta-feira, o Papa encorajou a fé de tantos cristãos que, “neste mesmo momento em diversos pontos da terra, sofrem perseguição”. E recordou, a propósito das “bem-aventuranças” evangélicas, que “a história ensina que o mundo, com as suas ‘estruturas de pecado’, torna a mentalidade humana fechada e hostil às sugestões do Espírito de Deus”.

“Um mundo egoísta e indiferente sente-se incomodado à vista duma pessoa cuja vida é a prova de que se pode ser feliz na renúncia e na doação aos outros. Então, o mundo ou aceita a proposta e se abre ao bem ou rejeita a luz e endurece o coração, chegando à violência e perseguição”, afirmou.

Nesta catequese, Francisco expressou proximidade aos que continuam a ser perseguidos, dizendo-lhes: “somos um único corpo e estes cristãos são os membros ensanguentados do corpo de Cristo que é a Igreja”.

Uma “grande figura de mulher”

Na habitual catequese das quartas-feiras, o Papa valorizou “esta grande figura de mulher” pela sua “coragem de ação e inexorável esperança que a sustentam nas horas mais difíceis, mesmo quando tudo parecia perdido”.

Francisco elogiou “a fé forte” desta mulher que viveu no séc. XIV (1347-1380) durante a peste e que, apesar da sua simplicidade, conseguiu influenciar as autoridades civis e eclesiásticas da época, incluindo o próprio Papa. Pela sua lucidez e sabedoria, esta religiosa dominicana viria a ser proclamada doutora da Igreja, padroeira da Itália e co-padroeira da Europa, Catarina de Sena.

“Que o seu exemplo ajude cada um de nós a saber unir, com coerência cristã, um intenso amor à Igreja a uma eficaz solicitude a favor da comunidade civil, especialmente neste tempo de provação”, conclui o Santo Padre.

Também na missa que celebrou logo de manhã, na Casa Santa Marta, Francisco pediu que esta santa italiana interceda “pela unidade da União Europeia, para que todos juntos possamos ir em frente como irmãos”.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+