Tempo
|
A+ / A-

“Deve estar em paz”, diz Adriano Moreira sobre o padre Dâmaso Lambers

24 fev, 2018 - 16:02

O professor catedrático e fundador do CDS foi um dos muitos presentes na igreja de Nossa Senhora do Amparo, em Lisboa, na missa de corpo presente do padre Dâmaso, falecido na quinta-feira aos 87 anos.

A+ / A-

Veja também:


Adriano Moreira acompanhou o padre Dâmaso Lambers na vida e na doença. Na hora do adeus final, não tem dúvidas: “era uma pessoa de boa fé” e “deve estar em paz”.

“Nós íamos à missa dele em Sintra e tínhamos uma grande intimidade com ele. Era uma pessoa de boa fé” e “levou Cristo para as cadeias”, recorda neste sábado de manhã, junto da igreja Nossa Senhora do Amparo, em Benfica.

“Acompanhei-o na doença no hospital e a fé dele era de tal modo que, todos os dias, sentado no sofá, dizia uma missa no seu quarto do hospital. Deve estar em paz”, conclui.

Adriano Moreira foi apenas um dos muitos que quiseram marcar presença na missa de corpo presente do padre Dâmaso Lambers, falecido na quinta-feira e conhecido de muitos como “o padre das prisões”.

“O padre Dâmaso, em 1987, com um grupo de visitadores, fundou ‘O Companheiro’ que, desde então, tem um papel muito ativo naquilo que é a reinserção de pessoas que saem dos estabelecimentos prisionais”, recorda José Brites, diretor da associação.

“Desde sempre foi o mentor espiritual do que é o trabalho de ‘O Companheiro’ e desde 1987 que não havia dia nenhum que o seu pensamento e a sua oração não fosse para as pessoas d’O Compabnheiro”, acrescenta.

Padre Dâmaso. Uma vida dedicada aos reclusos
Padre Dâmaso. Uma vida dedicada aos reclusos

Durante a homilia, o cardeal patriarca de Lisboa elogiou o sacerdote que veio da Holanda e se nacionalizou português e lembrou uma das suas palavras favoritas: “fantástico”.

“Fantástico significa, entre outras aceções, aquilo que tem tal valor que nos fascina. E não era uma ‘coisa’ para o padre Dâmaso, era Jesus Cristo”, lembrou D. Manuel Clemente, considerando Dâmaso Lambers um “magnífico exemplo” e “testemunho forte do que é a vida de Jesus Cristo quando é verdadeiramente apanhada”.

O cardeal patriarca de Lisboa elogiou ainda a coerência de vida do padre Dâmaso Lambers, que marcou gerações aos microfones da Renascença e dedicou a vida aos outros.

O corpo será cremado na casa mortuária de Alcabideche às 18h00. Antes, pelas 16h30, ainda passará pela prisão do Linhó, onde lhe será prestada homenagem pelo importante legado que deixou ao nível da pastoral penitenciária.

Padre Dâmaso Lambers. As mil histórias do holandês que respirava Jesus
Padre Dâmaso Lambers. As mil histórias do holandês que respirava Jesus
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+