Tempo
|
A+ / A-

Prémio Liberdade Religiosa atribuído a estudo sobre a Sociedade Bíblica

23 fev, 2018 - 18:39

Criado em 2010, o prémio conta com o apoio do Ministério da Justiça. Para além da vencedora houve menções honrosas para dois trabalhos ligados ao uso de símbolos religiosos em público.

A+ / A-

A Comissão da Liberdade Religiosa anunciou esta sexta-feira a atribuição do Prémio Liberdade Religiosa ao trabalho “O Papel da Sociedade Bíblica na construção da Liberdade Religiosa em Portugal durante a Monarquia Constitucional e a I República”.

A autora Rita Mendonça Leite recebe um prémio no valor de 5.000 euros e verá o seu trabalho publicado com o apoio da Comissão.

O júri, presidido pela socióloga Helena Vilaça, considerou que o trabalho sobre a Sociedade Bíblica superou todos os outros concorrentes pelo seu rigor científico. Foram, contudo, atribuídas duas menções honrosas aos trabalhos “Uso de Símbolos Religiosos no local de trabalho: os limites à liberdade de manifestação das convicções religiosas” e “O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos e os símbolos religiosos: o uso do véu muçulmano na Europa do século XXI”, respetivamente de Susana Machado e de Inês Granja Costa.

O Prémio Liberdade Religiosa foi fundado em 2010 e conta atualmente com o apoio do Ministério da Justiça.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+