Tempo
|
A+ / A-

​Madre Teresa de Calcutá já é santa

04 set, 2016 - 10:10 • Aura Miguel

A fórmula de canonização foi lida pelo Papa, em latim, numa cerimónia que decorreu este domingo no Vaticano.

A+ / A-
Santa Teresa de Calcutá. O momento da canonização
Santa Teresa de Calcutá. O momento da canonização

Veja também:


Madre Teresa de Calcutá foi proclamada santa pelo Papa Francisco, numa cerimónia que decorreu este domingo de manhã na Praça de S. Pedro, no Vaticano.

A fórmula de canonização foi lida pelo Papa, em latim, aos fiéis que acompanharam a canonização da Prémio Nobel da Paz que ficou conhecida como "mãe dos pobres".

“Em honra da Santíssima Trindade, para exaltação da fé católica e incremento da vida cristã, com a autoridade de nosso Senhor Jesus Cristo, dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo e a nossa, após ter longamente reflectido, invocado várias vezes o auxílio divino e escutado o parecer dos nossos irmãos no episcopado, declaramos e definimos como Santa a Beata Teresa de Calcutá, inscrevemo-la no Álbum dos Santos e estabelecemos que em toda a Igreja ela sejam devotamente honrada entre os Santos”, declarou Francisco.

O Papa salienta que a missão de Madre Teresa “nas periferias das cidades e nas periferias existenciais permanece nos nossos dias como um testemunho eloquente da proximidade de Deus junto dos mais pobres entre os pobres”.

Madre Teresa de Calcutá foi proclamada santa depois de lhe ter sido atribuido a cura milagrosa de um homem brasileiro, que tinha oito tumores cerebrais.

A canonização de Madre Teresa é uma das marcas do Ano da Misericórdia e indica ao mundo inteiro o valor de uma vida plena ao serviço dos mais pobres. Uma vida terna e, ao mesmo tempo, enérgica, de uma mulher pequena, curvada e cheia de rugas que se tornou um ícone do amor por aqueles que ninguém quer amar, pelos rejeitados e moribundos.

E se muitos ainda hoje evitam olhar para a miséria, o que é certo, é que o exemplo e a obra desta religiosa vestida de sari criou uma onda de admiração espalhada por todo o mundo, não só em toda a Índia, mas também nos países ricos, ganhando, inclusivamente, o prémio Nobel da Paz.

Qual foi o seu segredo? A explicação é da própria Madre Teresa: “As organizações não-governamentais trabalham para um projecto, nós trabalhamos por Alguém”. Esse “Alguém” era Cristo, que Madre Teresa reconhecia em cada pobre que encontrava, cuidava e acarinhava.

Madre Teresa também ensinou que Calcutá, mais do que uma cidade, significa coração ferido ou necessitado. Por isso, há “Calcutás” no mundo inteiro. E uma das provas disto mesmo é a presença hoje em Roma de 700 jornalistas e 15 delegações oficiais com chefes de Estado, bem como a transmissão em directo de 125 canais televisivos do mundo inteiro.

Do Nobel da Paz à santidade. A vida de Madre Teresa de Calcutá
Do Nobel da Paz à santidade. A vida de Madre Teresa de Calcutá
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • fanã
    06 set, 2016 aveiro 17:57
    Não acredito em Santos , mas sim em homens e mulheres com grande filantropia !
  • R.Almeida
    05 set, 2016 Porto 03:31
    Ela já era Santa em vida, por isso o Papa referiu a sua vida de santidade como exemplo a ser seguido por todos nós. De hoje em diante poderemos venerá-la nos altares. Santa Teresa de Calcutá continuará a olhar pelos mais desprotegidos, por todos aqueles que não têm voz.
  • Augusto Dju
    05 set, 2016 Guine-Bissau 01:43
    Hoje mesmo nas missas dominicais, segundo calendário litúrgico Ano C , xxiii domingo da Igreja Católica, Jesus disse aos seus Apostolos: " Quem quer seguir-me deve deixar : pai, mãe, filhos ,irmãos,...e será digno.Toma a sua cruz e siga-me. Madre Teresa de Calcutá viveu na sua vida essa exigência evangélica e mostrou o mundo em modo especial, nós cristãos batizados em Cristo Jesus, comungamos o seu corpo de que é possível viver este mandamento de amor, pedindo a Deus Pai que nos dê a força,perseverança enquanto somos peregrino caminhante neste mundo.Madre Teresa de Calcutá Vista Vista pelo mundo dos homens soberbos como poverino, é ela hoje que o mundo está admirar,tornando -se assim umas das mulher mais amada do nosso tempo.Que assim seja.Amém!
  • João
    04 set, 2016 Porto 15:42
    Sim, estamos no séc. XXI, o século em que, esperemos, a fé voltará a iluminar as pessoas que se voltaram para a simples matéria e para os prazeres instantâneos. Obrigado, Santa Teresa de Calcutá, por toda a esperança que nos deste e continuarás a dar.
  • rosinda
    04 set, 2016 palmela 13:45
    Por tudo o que fez teresa de calcuta mereceu ser proclamada santa!
  • jose
    04 set, 2016 Lisboa 11:16
    E continua o charabia... estamos no seculo XXI acordem
  • Mário João Castro
    04 set, 2016 São Mamede de Infesta 10:53
    "QUEM JULGA AS PESSOAS NÃO TEM TEMPO PARA AMÁ-LAS!" Santa Madre Teresa de Calcutá, a Sábia protetora dos indigentes e dos que o mundo rejeita, porque a imagem da pobreza não se alia ao sucesso e ao prazer mas à tenacidade de obedecer aos desígnios do Altíssimo! Bendita seja, hoje e para todo o sempre, Mestra do Amor e da Caridade Misericordiosa, que o seu exemplo frutifique e seja farol de LUZ neste mundo de trevas materialistas.
  • Joao Magalhaes
    04 set, 2016 Lisboa 10:39
    Ehehehehe, a religião no seu melhor, fez um milagre de curar..., deviam era fazer milagres de não haver estas doenças, cambada de hipocrisia, tanta fé e o papa sempre que sai de toca é necessário milhões de medidas de protecção e carros blindados, têm tanta fé mas quando as coisas apertam a fé transforma-se em realidade.

Destaques V+